Search
Close this search box.
Publicidade

Paraquedista dos EUA morre após pular de pedra a 800 metros de altura no ES

Paraquedista dos EUA morre após pular de pedra a 800 metros de altura no ES
Publicidade

A paraquedista Kali Turner teria saltado de uma pedra de cerca de 800 metros de altura na Rampa do Cabrito, na área rural de Castelo, no sul do Espírito Santo.

Kali era atleta de salto e estaria usando um traje planador (wingsuit -macacão com asas usado por paraquedistas para voos de alta performance).

Publicidade

Ela possivelmente teve problemas com seu equipamento e caiu praticamente em queda livre na mata que circunda a localidade -mata essa bastante fechada e de difícil locomoção em seu interior, de acordo com o NOTAER (Núcleo de Operações e Transporte Aéreo).

Foram necessários diversos sobrevoos para acessar a área onde o corpo de Kali estava. Em um dos sobrevoos, em razão da movimentação na mata causada pelo helicóptero, um cidadão conseguiu ver a roupa colorida da paraquedista e indicou o ponto em que ela estava.

O corpo e os equipamentos de Kali foram encontrados no local. Agentes do NOTAER fizeram a descida da região por rapel e tiraram o corpo da mulher para um local de fácil acesso, onde militares do Corpo de Bombeiros permaneceram até a chegada das equipes da Polícia Científica para a devida perícia.

“Infelizmente não foi possível salvar uma vida nessa missão, mas ao menos o resgate do corpo levará algum alento a familiares e amigos. Externamos aqui nossos sentimentos”, escreveu o NOTAER nas redes sociais.

Amigo postou salto nas redes há dois dias

O perfil do atleta Diego Pimenta compartilhou há dois dias que Kali fazia o seu “primeiro wingbase”.

“Ainda me colocou no lugar perfeito pra esse que foi um dos mais maneiros voos entre árvores que já fiz”, escreveu.

No vídeo é possível ver a paraquedista saltando de um ponto muito alto.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias