Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Prefeito é suspeito de desviar mais de R$ 29 milhões com fraude em licitações

Onze pessoas já foram presas até o momento e mais de 28 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas casas do alvos, em empresas e secretarias da prefeitura.
Publicidade

O Ministério Público do Amazonas, por meio do Gaeco, deflagrou na manhã de hoje (23), a operação Garrote que investiga um suposto esquema de fraude em licitações que desviou mais de R$ 29 milhões dos cofres públicos da Prefeitura de Borba, no interior do Amazonas.

Onze pessoas já foram presas até o momento e mais de 28 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nas casas do alvos, em empresas e secretarias da prefeitura.

Publicidade

Segundo o MP-AM, o esquema contava com a participação do prefeito Simões Peixoto e de parentes dele, além de funcionários públicos da autarquia e de várias empresas privadas.

De acordo com o MP-AM, o esquema criminoso operava simulando processos licitatórios pouco rigorosos. As empresas participantes, eram em sua maioria de pessoas próximas ao prefeito ou do mesmo sócio.

Mesmo sem as devidas condições, essas empresas e pessoas físicas eram aprovadas e venciam os certames. Tudo isso acontecia com o conhecimento e auxílio também do pregoeiro, que curiosamente, recebia quantias mensais do grupo.

Para o MP-AM, o contrato era de fachada para que ele também recebesse recurso público de forma indevida.

Anúncie no JH Notícias