Search
Close this search box.
Publicidade

Sinais de que está consumindo muito sal (e nenhum é sede)

Está na hora de usar menos sal na cozinha.
Publicidade

Muitas vezes o sal é considerado um ‘inimigo’ da saúde. Por quê? Quando consumido em quantidades elevadas, tem consequências muito negativas para a saúde e, no geral, provoca alguns sinais, além da sede.

No entanto, o sal é importante, pois contém uma grande porcentagem de sódio, um nutriente essencial, conforme explica Pippa Hill, nutricionista, ao jornal The Independent.

Publicidade

Quando consumido em pequenas quantidades, o sódio ajuda na condução dos impulsos nervosos, na contração e relaxamento muscular, além de auxiliar no equilíbrio de água e sais minerais. A falta de sal pode causar cãibras musculares, náuseas, fadiga e tonturas.

É importante lembrar que consumir sal em excesso tem consequências graves, como doenças cardiovasculares e outras, afirma a especialista.

No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, o consumo médio de sal pela população está acima do recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de até 5 gramas por dia. Estima-se que o consumo médio seja de aproximadamente 9 gramas diárias, quase o dobro do limite saudável. Esse alto consumo está relacionado ao desenvolvimento de doenças crônicas, como hipertensão arterial, problemas cardíacos e renais. A hipertensão é uma das principais causas de morte no país, afetando cerca de 30% da população adulta brasileira.

Portanto, é fundamental buscar o equilíbrio no consumo de sal, evitando o excesso. A conscientização sobre os riscos do consumo elevado e a adoção de hábitos alimentares mais saudáveis, como redução do uso de sal na preparação de alimentos e o uso de temperos naturais, são medidas importantes para promover a saúde e prevenir doenças.

Sinais de que você está consumindo sal em excesso:

  • Dores de cabeça;
  • Inchaço nos pés e mãos;
  • Pressão arterial muito alta;
  • Urinar com muita frequência.
Anúncie no JH Notícias