Search
Close this search box.

Alunos do Instituto Federal de RO protestam contra reforma do Ensino Médio em Porto Velho

Mudanças no ensino médio, aprovadas em 2017 e implementadas em 2022, estão sendo criticadas por estudantes. Manifestação aconteceu na frente do campus Calama, em Porto Velho.
Publicidade

Estudantes do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) se manifestaram contra a reforma do ensino médio, proposta pelo Ministério da Educação, na manhã desta quarta-feira (15), em Porto Velho.

O modelo de ensino aprovado em 2017, e implementado gradualmente em todas as escolas públicas e particulares desde 2022, aumenta a carga horária dos colégios, muda a distribuição de disciplinas no currículo e possibilita que os alunos escolham em quais áreas vão se aprofundar.

Publicidade

São mudanças que, embora tenham pontos positivos, vêm enfrentando críticas pela maneira como estão sendo implementadas no dia a dia dos estudantes.

No começo de março, o Ministério da Educação (MEC) decidiu realizar audiências públicas, oficinas de trabalho, seminários e ouvir a sociedade civil, a comunidade escolar, equipes técnicas dos sistemas de ensino, pesquisadores e especialistas em educação para debater a necessidade de reformular o Novo Ensino Médio.

Anúncie no JH Notícias