Search
Close this search box.
Publicidade

MEC descarta cancelamento do Enem após suposto vazamento de imagens

Ministro diz que balanço foi positivo e que "ocorrências são pontuais"
Publicidade

O ministro da Educação, Camilo Santana, rejeitou a ideia de cancelar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2023, após relatos de um suposto vazamento de imagens da prova no domingo, o primeiro dia de aplicação das avaliações. Em uma coletiva de imprensa realizada no Palácio do Planalto após se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Camilo afirmou que “de forma alguma” está sendo considerado o cancelamento do exame.

Camilo informou que a Polícia Federal (PF) está investigando o caso, uma vez que uma imagem da prova de redação do Enem 2023 circulou em redes sociais e grupos de WhatsApp. Ele comentou: “Ontem, tivemos duas diligências da Polícia Federal em relação às imagens circuladas, uma em Pernambuco e outra aqui no Distrito Federal. Portanto, a Polícia Federal continua apurando e fazendo as investigações necessárias para identificar qualquer tipo de ilícito.”

Publicidade

O ministro destacou que, no geral, o balanço do primeiro dia de provas foi positivo, com apenas “ocorrências pontuais”. No entanto, no primeiro dia do Enem 2023, 4.293 candidatos foram eliminados devido a violações das regras, como portar equipamentos eletrônicos, sair da sala antes do horário permitido (15h30), utilizar materiais não autorizados e não seguir as orientações dos fiscais, todas essas infrações estão previstas no edital.

No primeiro dia, os estudantes realizaram as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias, e a redação. No próximo domingo, as questões de ciências da natureza e matemática serão aplicadas.

Os resultados do Enem são utilizados para admissão em universidades públicas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e para a concessão de bolsas em instituições privadas por meio do Programa Universidade Para Todos (Prouni). Além disso, o exame é uma das vias de acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), do Ministério da Educação (MEC), que financia mensalidades em instituições privadas de ensino.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias