Search
Close this search box.

HORÓSCOPO – Confira o que os astros revelam para esta sexta-feira (21/6)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta sexta-feira, 21 de junho, de acordo com cada signo
Publicidade

Se…

Data estelar: No fim do dia, Lua Cheia em Capricórnio

Publicidade

Se estivéssemos numa condição de alinhamento de nossa personalidade objetiva com nossa alma subjetiva; se nosso intelecto, emoção e corpo funcionassem em uníssono; se também nossa presença individual aceitasse a interdependência de tudo e todos e funcionasse de acordo, então a Lua Cheia não nos castigaria com irritação nem tampouco com a sensação de estar tudo errado, e de nos rodearmos de pessoas equivocadas.

Se alinhados estivermos individual e coletivamente, então toda Lua Cheia seria um momento de regozijo, porque transpareceríamos a glória Divina através de nossas presenças, e seríamos canais de distribuição de vida mais abundante a todas as pessoas, próximas e distantes.

Se substituíssemos o pronome Eu por Nós, a Lua Cheia seria sempre magnífica e auspiciosa.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)
No fim, tudo se acomoda e entra nos eixos, e se ainda não houver um claro sinal desse movimento, procure não se precipitar a nenhuma ação, porque essa, boa ou má, de todo modo atrasaria a expressão da harmonia.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)
Pensar, todo mundo pensa, mas pensar bem, poucas pessoas conseguem. O que significa pensar bem? Manter uma visão imparcial sobre o que acontece, porque se você toma partido, perde a capacidade de julgar direito.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)
Seria interessante para você se houvesse um pouco mais de confiança nos mistérios da vida, porque nem sempre há razões evidentes para tudo que acontece, mas, ao mesmo tempo, parece, sim, haver um plano em andamento.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)
Ajustar contas com as pessoas que cometeram erros com você é uma boa pedida para esta parte do caminho, mas cuide para que isso não seja o estopim que detone um novo e inútil ciclo de atritos e discórdias. Isso não.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)
Faça só o possível e procure se cobrar menos, porque do jeito que anda o mundo, seria improvável que você encontrasse um caminho livre e desimpedido para fazer tudo do jeito que gostaria. É preciso se adaptar. Nada mais.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)
As pessoas não parecem ser as certas, porque são diferentes do que você esperava, porém, se você atravessar essa incerteza, verá que são essas as pessoas que podem fazer algo útil em nome de seus objetivos. Em frente.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)
Você continue fazendo a sua parte independentemente de as pessoas que deveriam fazer a delas se distraírem e saírem pela tangente quando cobradas, porque o Universo testemunha impassível as ações de todas as pessoas.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/10 a 21/11)
Uma vez que a alma percebe o que percebe não pode mais fingir que tudo continua igual que sempre. As percepções servem para você ter visões cada vez mais amplas e inclusivas da realidade, e se adaptar a essas.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)
Coisas muito interessantes andam rondando sua alma, mas é preciso você fazer apostas ousadas nesta parte do caminho para que essas se revelem. Por enquanto, é tudo sensação, não dá para saber direito o que acontece.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)
Comparar é um ato inevitável da mente, há lições que se aprendem mesmo utilizando o método da comparação. Porém, se a comparação servir para sua alma se sentir diminuída o enfraquecida, então esqueça esse método.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)
Não saber por onde começar a fazer as mudanças necessárias não há de se tornar a justificativa para você não fazer nada, porque é melhor agir e errar do que depois sua alma ter de se arrepender de não ter feito nada.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)
É preciso você aceitar a necessidade de se articular melhor no mundo social, mesmo que sua alma fique receosa de fazer isso, porque preferiria continuar no seu lugar de conforto, distante de todo mundo. Não é por aí.

Anúncie no JH Notícias