Search
Close this search box.

Seleção Brasileira tem estreia espetacular na Copa do Mundo contra o Panamá

Com um jogo dinâmico e focado nas jogadas pelos lados do campo, o Brasil não deu trégua ao Panamá, mantendo a posse de bola em torno de 60% e criando oportunidades constantes.
📸 Thais Magalhães/CBF
Publicidade

Em uma partida emocionante, a Seleção Brasileira fez sua estreia na Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia com uma vitória expressiva sobre o Panamá, com placar de 4 a 0. O jogo aconteceu no estádio Hindmarsh, em Adelaide (Austrália), nesta segunda-feira (24).

A estrela da partida foi Ary Borges, que brilhou intensamente, marcando três gols e ainda contribuiu com uma assistência para o gol de Bia Zaneratto. Com esse resultado, o time comandado pela técnica Pia Sundhage assumiu a liderança do Grupo F, somando três pontos, aproveitando o empate entre França e Jamaica no dia anterior.

Publicidade

Apesar da ausência de Marta, que se recuperava de um desconforto na coxa esquerda e ficou no banco, o Brasil não deu chances ao Panamá e começou com grande intensidade em campo. Nos primeiros dez minutos de jogo, a seleção brasileira já havia realizado quatro finalizações ao gol adversário, exigindo boas defesas da goleira Bailey.

Aos 18 minutos, Ary Borges iniciou seu show. Debinha fez um lançamento pela esquerda, dominou e cruzou para a área, onde a meio-campista apareceu livre para cabecear no canto esquerdo e abrir o placar.

Com um jogo dinâmico e focado nas jogadas pelos lados do campo, o Brasil não deu trégua ao Panamá, mantendo a posse de bola em torno de 60% e criando oportunidades constantes. Aos 38 minutos, Ary Borges marcou o segundo gol. Tamires cruzou pela esquerda, a meio-campista cabeceou, e apesar da defesa de Bailey, ela aproveitou o rebote e ampliou o placar.

Na segunda etapa, o Brasil continuou determinado a consolidar sua vitória. Aos três minutos, o time marcou um golaço coletivo. Após troca de passes na entrada da área panamenha, Debinha cruzou pela esquerda e encontrou Ary Borges, que dominou, deixou a marcação no chão e rolou para Bia Zaneratto completar para o gol vazio, fazendo o 3 a 0.

Com a vitória bem encaminhada, a técnica Pia Sundhage realizou algumas mudanças na equipe e o Brasil diminuiu o ritmo, mas continuou atacando. Aos 25 minutos, Geyse, que havia entrado em campo, cruzou pela esquerda, encontrando novamente Ary Borges, que marcou mais um gol de cabeça.

Cinco minutos depois, a protagonista da partida deixou o gramado para a entrada de Marta. A camisa 10 teve oportunidades para marcar e se tornar a única jogadora na história das Copas a marcar gols em seis edições da competição, mas apesar das tentativas, o Brasil não conseguiu ampliar o placar.

Após uma atuação consistente na estreia, a Seleção Brasileira enfrentará seu desafio teoricamente mais difícil na primeira fase da Copa, enfrentando a forte equipe da França no próximo sábado (29), às 7h (horário de Brasília), em Brisbane. Esse confronto pode definir quem terminará na liderança do Grupo F.

Anúncie no JH Notícias