Search
Close this search box.

Avó que mediava encontro das netas com estupradores é procurada pela polícia

A investigação, aponta que Maria entregava as próprias netas com idades entre 10 e 13 anos para que fossem violentadas sexualmente em troca de dinheiro.
Publicidade

A Polícia de Rondônia espera prender nas próximas horas, uma mulher identificada como Maria R.D.O, de 47 anos. Investigação da Polícia Civil de Machadinho D’Oeste, classifica a suspeita como ‘cafetina’ e prostituta. A investigação, aponta que Maria entregava as próprias netas com idades entre 10 e 13 anos para que fossem violentadas sexualmente em troca de dinheiro.

Publicidade

Na sexta, 24, o resultado da investigação resultou em uma operação para prender os acusados, todos residentes no município de Machadinho D’Oeste, cenário dos crimes.

Sete homens foram presos e indiciados pelo crime de estupro de vulnerável. Entre eles, o dono de uma madeireira da região. O acusado é apontado como um cliente assíduo da cafetina que intermediava as netas para os criminosos em troca de pequenas quantias.

Detalhes no inquérito chocam. Um deles, descreve o medo das vítimas de seguir com o seu abusador. “Um homem em um veículo para em frente ao bar, uma das crianças mesmo aos prantos é obrigada pela ‘à avó’ a seguir com o criminoso.”

As vítimas, são irmãs e sofriam os abusos desde os oito anos, não apenas na rua, mas dentro da própria casa com o consentimento da avó, pelo menos é o relato de uma testemunha. “gritos de dor eram ouvidos na casa”, informa.

A avó, apontada como a aliciadora das netas está foragida. As crianças estão aos cuidados de um parente.

Anúncie no JH Notícias