Search
Close this search box.

CAIU DE LARANJA – Jornalista é ameaçado de morte por namorado de Monalisa após confissão de assassinato vazar na mídia

Thiago confessou para os apenados M.G.S.O e J. F. O, que matou Monalisa e deu detalhes do crime.
Publicidade

Após ter sua confissão vazada na mídia, Thiago da Cunha Alves, de 33 anos, autor do assassinato da namorada, Monalisa Gomes da Mata de 24 anos, ameaçou matar o jornalista João Paulo Prudêncio dos Santos (36), na última segunda-feira (7), dentro da cela em que estão presos no presídio Urso Branco em Porto Velho.

No dia 16 de dezembro, João Paulo e Thiago da Cunha Alves fizeram a reconstituição do crime. Ao retornarem para o presídio Urso Branco, Thiago voltou para a cela sem João Paulo. Thiago confessou para os apenados M.G.S.O e J. F. O, que matou Monalisa e deu detalhes do crime.

Publicidade

VEJA TAMBEM:

REVIRAVOLTA – Carta escrita por apenados, prova inocência de jornalista em caso de feminicídio – CONFIRA CARTAS

Após a matéria com o conteúdo de sua confissão ter sido veiculada na mídia, Thiago tentou agredir o jornalista, mas foi contido por colegas de cela. Insatisfeito, Thiago prometeu que vai matar João Paulo, fato narrado em carta pelo próprio jornalista.

De acordo com o jornalista, Thiago o induziu a acreditar que a jovem Monalisa teria cometido suicídio. João Paulo Prudêncio está preso a mais de 90 dias no presídio Urso Branco e até o momento a justiça não conseguiu provar seu envolvimento na morte da jovem.

CONFIRA CARTA:

 

Anúncie no JH Notícias