Search
Close this search box.
Publicidade

Calouros são hospitalizados após trote com substâncias tóxicas em RO

Os estudantes chegaram ao hospital com náuseas, a pele e os olhos tingidos por uma mistura azulada
Publicidade

Um trote universitário no município de Cacoal, em Rondônia, acabou em tragédia para calouros do curso de medicina veterinária. Os estudantes foram expostos a substâncias de uso veterinário durante o evento estudantil, que aconteceu em uma universidade particular da cidade.

Os calouros tiveram seus corpos cobertos por substâncias veterinárias e tóxicas, incluindo um produto indicado para tratamento de ‘bicheiras’ em bovinos e creolina (desinfetante de instalações rurais). Como resultado, quatro alunos foram hospitalizados, sendo que três deles tiveram que passar por médico oftalmologista.

Publicidade

Os estudantes chegaram ao hospital com náuseas, a pele e os olhos tingidos por uma mistura azulada. Felizmente, ninguém apresentou lesões graves, mas todos estão realizando tratamentos oftalmológicos para evitar complicações.

O caso chocou a comunidade local e as autoridades estão empenhadas em investigar o crime e identificar o responsável por essa tragédia. A universidade emitiu uma nota informando que está ciente do incidente e está iniciando um processo administrativo para investigar a situação e tomar as medidas necessárias de acordo com o regulamento da instituição.

Estudantes chegaram ao hospital com náuseas, pele e os olhos tingidos por uma mistura azulada — Foto: Reprodução

É importante ressaltar que trotes universitários que envolvem substâncias tóxicas ou que possam causar danos à saúde física ou psicológica dos participantes são considerados crimes. A legislação brasileira prevê punições para casos de injúria, ameaça, constrangimento, lesão corporal, racismo e até homicídio em trotes universitários.

Trote aconteceu em uma universidade particular da cidade de Cacoal (RO) — Foto: Reprodução

Combate Clean Anúncie no JH Notícias