Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Ex-presidiário é brutalmente morto com vários tiros no interior de RO

O ataque ocorreu nas proximidades de um mercadinho local.
Publicidade

Na noite desta segunda-feira, (03), Adilson Luiz Schmitz, de 44 anos, foi brutalmente assassinado no bairro Cristo Rei, em Vilhena. Conhecido como “Barriga” ou “Irmão do Edinho”, Schmitz havia saído recentemente da cadeia e foi morto a tiros por dois homens ainda não identificados.

O ataque ocorreu nas proximidades de um mercadinho local. Segundo relatos, dois homens chegaram em um veículo Fiat Uno e, ao descerem do carro, abriram fogo contra a vítima. Uma moradora, que estava gravando um áudio no momento, captou o som de quase 30 disparos que foram efetuados contra Schmitz.

Publicidade

Schmitz era uma figura conhecida no bairro, onde já havia protagonizado incidentes violentos, como correr atrás de outras pessoas com um facão. A execução de Schmitz segue um padrão semelhante a outros assassinatos ocorridos na cidade, possivelmente relacionados a organizações criminosas.

O crime, que ocorreu na calçada de um estabelecimento comercial, deixou a comunidade local em choque. A polícia ainda não identificou os assassinos e está investigando o caso para descobrir mais detalhes sobre a motivação e a identidade dos envolvidos.

Adilson Luiz Schmitz havia saído da prisão há cerca de um mês. A natureza violenta de sua morte e o método utilizado na execução levantam suspeitas de envolvimento de grupos criminosos que atuam na região.

As autoridades estão tratando o caso com prioridade e solicitam que qualquer informação que possa levar aos assassinos seja comunicada imediatamente. A polícia espera que testemunhas e possíveis imagens de câmeras de segurança ajudem a esclarecer o crime.

Este é mais um episódio de violência que aflige Vilhena, ressaltando a necessidade de ações mais eficazes no combate ao crime organizado na cidade.

Anúncie no JH Notícias