Search
Close this search box.
Publicidade

Grupo de Polícia Marítima da PF inicia suas atividades em Rondônia

A Polícia Marítima atua nos portos.
Publicidade

A Polícia Federal implementou em Guajará-Mirim, o Grupo Especial de Polícia Marítima (GEPOM). A equipe, composta por cinco policiais federais, será responsável pela repressão aos crimes praticados na região fronteiriça Brasil-Bolívia.

Dentre as atividades do grupo, estão o combate ao tráfico internacional de drogas, de crimes ambientais, de delitos transfronteiriços (contrabando e descaminho), de tráfico de pessoas, além da fiscalização portuária e apoios institucionais a órgãos do sistema de segurança pública.

Publicidade

Em recente atuação, a equipe fez escolta e segurança de integrantes do Ministério Público Federal durante visita a aldeias indígenas da região.

A Polícia Marítima atua nos portos, nas instalações portuárias e nas vias navegáveis nacionais, com o objetivo de prevenir e reprimir os ilícitos praticados a bordo de embarcações e nas regiões fronteiriças.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias