Notícias de Polícia

HIDRA – PF cumpre mais de 40 mandados para combater tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro


Postado em 16/10/2018 às 09h19min

HIDRA – PF cumpre mais de 40 mandados para combater tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16) a operação Hidra para desarticular uma associação criminosa especializada em tráfico internacional de droga e lavagem de dinheiro. Estão sendo cumpridos 41 mandados judiciais, sendo 20 de prisão e 21 de busca e apreensão nos Estados de Rondônia, Ceara, Paraná e Goiás. A investigação é da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE/SR/PF/RO).

De acordo com a PF, a 3ª Vara da Justiça Federal de Porto Velho ainda determinou o bloqueio de 25 contas bancárias usadas para movimentar os valores relacionados com a venda dos entorpecentes até o limite de R$ 4,3 milhões, o sequestro de todos os imóveis, veículos e semoventes (gado) adquiridos pelos investigados com o dinheiro ilícito e utilizados na lavagem de dinheiro.

As investigações tiveram início em março de 2018, resultando em duas apreensões de drogas, sendo a principal delas ocorrida na cidade de Vilhena no mês de julho, com a apreensão de 113 quilos de cocaína, escondidas em um caminhão.

Ainda, relata a PF, a equipe de investigação conseguiu identificar que as drogas eram fornecidas por um cidadão boliviano residente em Guayaramerin, na Bolívia, e transportada em barcos até uma fazenda às margens do rio que divide os países na cidade de Guajará-Mirim (RO). Do imóvel, os produtos seguiam escondidos em veículos para diversos pontos do país, principalmente para os Estados de Goiás e Ceará, sendo distribuídas em diversas “bocas de fumo” nas regiões metropolitanas.

Os principais investigados, mesmo possuindo um extenso histórico criminal ligado ao tráfico de drogas e outros delitos, continuaram na prática delituosa, passando a associar seus familiares para o cometimento de crimes.

Os presos, que responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro, serão encaminhados para unidades prisionais e permanecerão à disposição da Justiça Federal em Porto Velho.

Por JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Polícia