Search
Close this search box.
Publicidade

Homem morre após ser baleado e ter socorro negado em frente ao HB

A polícia encontrou três cápsulas de pistola e a sandália do criminoso, que serão peças-chave na investigação do caso
Publicidade

Na manhã desta sexta-feira (12), um trágico incidente chocou os moradores do bairro Costa e Silva, em Porto Velho. Luciney de Oliveira Cunha Ferreira, de 46 anos, perdeu a vida após ser vítima de disparos de arma de fogo enquanto se dirigia para comprar pão. O crime ocorreu na rua Festejo, quando Luciney foi surpreendido por um criminoso que estava escondido em um matagal.

O que torna a tragédia ainda mais angustiante é o relato desesperador da esposa de Luciney. Após o ataque, ela o levou imediatamente ao Hospital de Base, que estava nas proximidades do local do crime. No entanto, o socorro foi negado pelos servidores do hospital, que insistiram que a vítima fosse encaminhada ao pronto-socorro João Paulo II.

Publicidade

Diante dessa recusa, Luciney acabou falecendo no estacionamento do Hospital de Base, sem receber o atendimento médico que poderia ter salvado sua vida.

A polícia encontrou três cápsulas de pistola e a sandália do criminoso, que serão peças-chave na investigação do caso.

Este trágico episódio levanta questões sobre o atendimento de emergência e a assistência médica adequada em situações críticas. A negação de socorro em uma instituição hospitalar próxima ao local do incidente coloca em xeque os protocolos de atendimento e levanta preocupações sobre a eficácia do sistema de saúde local.

Agentes da Polícia Civil já iniciaram as investigações.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias