Search
Close this search box.
Publicidade

PF investiga origem e identidade de corpos encontrados em embarcação no Pará; vítimas eram migrantes da Mauritânia e Mali

Dos nove corpos encontrados, oito estavam dentro da embarcação e um foi localizado próximo a ela, sugerindo pertencer ao mesmo grupo de vítimas
Publicidade

As autoridades policiais do Pará deram início a uma intensa operação de identificação após a descoberta macabra de nove corpos em uma embarcação à deriva na região de Bragança, no último sábado (13). A Polícia Federal, em colaboração com a Polícia Científica do estado, está liderando os esforços para estabelecer a identidade das vítimas e esclarecer os detalhes por trás dessa tragédia.

Os trabalhos periciais, conduzidos seguindo os protocolos de identificação de vítimas de desastres da Interpol (DVI), visam não apenas determinar quem são as vítimas, mas também investigar sua origem, a causa dos óbitos e o tempo aproximado dos eventos. A complexidade da situação requer uma abordagem meticulosa e especializada para garantir a precisão das conclusões.

Publicidade

Dos nove corpos encontrados, oito estavam dentro da embarcação e um foi localizado próximo a ela, sugerindo pertencer ao mesmo grupo de vítimas. Documentos e objetos encontrados entre os corpos indicam que as vítimas eram migrantes provenientes da Mauritânia e Mali, entretanto, não se pode descartar a possibilidade de haver indivíduos de outras nacionalidades entre os falecidos.

A operação de identificação dos corpos ocorre após uma complexa ação de resgate, na qual diversas instituições colaboraram, incluindo a Polícia Federal, Marinha do Brasil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica, Defesa Civil, Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará, Defesa Civil do Pará, Guarda Civil Municipal, Departamento Municipal de Trânsito de Bragança e Prefeitura de Bragança. O esforço conjunto destaca a seriedade com que as autoridades estão lidando com essa tragédia e o empenho em trazer respostas às famílias enlutadas.

O caso levanta questões urgentes sobre os desafios enfrentados pelos migrantes que buscam melhores condições de vida, bem como sobre a necessidade de medidas eficazes para prevenir tragédias como essa no futuro. Enquanto as investigações prosseguem, a comunidade local aguarda por respostas e justiça para as vítimas desse terrível incidente.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias