Policial Penal foi autor do duplo homicídio seguido de suicídio em escritório de advocacia

Polícia - sexta-feira, 10/01/2020 às 14h59min • Atualizado 15h01min
Policial Penal foi autor do duplo homicídio seguido de suicídio em escritório de advocacia

Agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida identificaram as suas mulheres mortas a tiros no escritório de advocacia, localizado na região central de Porto Velho. As vítimas são: Carmelúcia Gava da Silva e a irmã, Márcia Gava da Silva de Carvalho, sendo elas assassinadas por António Pereira de Carvalho, policial penal ex-marido de Márcia. Após o duplo assassinato, Antônio se matou com um tiro na cabeça.

Segundo as investigações, as partes estava resolvendo a separação, assinando documentos de divórcio e divisão de bens, quando iniciou discussão entre a cunhada e o policial. Tomado pela fúria, Antônio sacou um revólver calibre 38, atirou na cabeça de Carmelúcia em seguida na esposa e depois contra si mesmo. Todos tiveram morte instantânea.

Dois advogados precisaram as mortes e corre e correram com medo de se tornarem vítimas.

A delegada do caso, Dra Leisaloma Carvalho disse que na quinta-feira (9), o casal agendou o encontro e estava tranquilo, sem problemas. O motivo da discussão não foi revelado e está sendo apurado.

A armado crime foi apreendida. Antônio era servidor do quadro da Secretaria de Justiça.

Por JH Notícias

TAGs: