Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019

Notícias de Polícia

Por ciúmes de atendentes em bordel, homens se agridem usando canivete, tacos de sinuca e até extintor de incêndio

Postado em 07/10/2019 às 08h56min


Por ciúmes de atendentes em bordel, homens se agridem usando canivete, tacos de sinuca e até extintor de incêndio

Após uma briga generalizada em frente um bordel, no Jardim Primavera, dois homens foram levados para a Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) e outro ao Hospital Regional de Vilhena. O caso aconteceu na madrugada deste domingo, 06, e não se sabe ao certo a origem da confusão, pois há contradições nos depoimentos dos envolvidos.

Segundo a ocorrência, polícia foi informada de que uma briga acontecia em frente a um bordel, na Avenida 1705. No local, os policiais conversaram com a dona do estabelecimento e ela relatou que dois clientes estavam sentados em frente ao bar, quando um terceiro iniciou uma briga com eles, os agredindo.

Durante a confusão, tacos de sinuca e até mesmo um extintor foi usado pelos clientes, que estavam com os ânimos alterados. Porém, o homem que iniciou a briga estava com um canivete e tentou acertar os outros dois, mas foi impedido por outras pessoas que também estavam no bar.

Todos os envolvidos na briga foram colocados para fora e saíram pela rua. Dois deles, que têm 32 e 36 anos, foram encontrados após diligências, atrás de onde tudo aconteceu. O mais novo estava ensanguentado, com cortes no braço, cabeça e riscos pelo corpo. Ele contou que estava bebendo, quando o homem que o atacou, por ciúmes das meninas do bar, iniciou as agressões. Seu amigo então entrou na briga para defendê-lo e tentar tomar o canivete, mas, foi atingido no braço, ombro e queixo.

Sendo assim, os dois amigos insistiram na briga para tomar o objeto cortante do rival, que jogou o canivete fora e correu. Eles alegam também que um quarto homem, de 38 anos, ajudou o agente, que tem 27, a bater neles.

Esse último citado foi encontrado com perfurações na mão, testa e com o joelho ralado.

Como as versões de ambos os envolvidos se contradizem, a ocorrência foi registrada como rixa, pois não se sabe ao certo o que desencadeou a confusão que virou uma briga generalizada.

Os envolvidos de 32 e 38 anos foram levados para a Unisp, enquanto o de 27 foi encaminhado ao Hospital Regional de Vilhena por uma viatura do Corpo de Bombeiros. O quarto envolvido fugiu do local. Vale ressaltar que o homem de 32 anos recebeu atendimento no local onde foi encontrado e não quis ir ao HRV. Ele e seu amigo decidiram que não irão representar criminalmente contra seus rivais.

Por Folha do Sul