Notícias de Política

ALAGAÇÃO – Com quase 2,5 mil votos na capital, Jean Oliveira deve votar contra MPF e a favor da usina

A popularidade de Jean em Porto Velho sagrou-se forte com a eleição de seu irmão Márcio Oliveira á vereança no pleito de 2016 com 2,909 votos.


Postado em 30/01/2018 às 12h11min

ALAGAÇÃO – Com quase 2,5 mil votos na capital, Jean Oliveira deve votar contra MPF e a favor da usina

Transcendendo o espólio político deixado por seu pai na região de Alta Floresta, interior de Rondônia, o deputado Jean Oliveira (PMDB) amadureceu politicamente nos quase oito anos representando o estado no parlamento. Na última eleição em 2014, ele obteve 13.672 votos, sendo que na capital, Porto Velho, terminou com 2.409 votos, quantidade suficiente para eleger um vereador.

A popularidade de Jean em Porto Velho sagrou-se forte com a eleição de seu irmão Márcio Oliveira á vereança no pleito de 2016 com 2,909 votos.

Porém, a indicação de que o deputado Jean Oliveira irá seguir o lobby feito pelo consórcio Santo Antônio Energia e votar favoravel ao aumento do lago da hidrelétrica de Santo Antônio e consequentemente a inundação de uma área de aproximadamente sete mil campos de futebol dentro de Porto Velho, isso sem contar com a afirmação do Ministério Público Federal – MPF, que essa aprovação iria de desencontra à legalidade e prejudicaria seriamente a comunidade de Porto Velho.

Atenta à votação que ficou iniciou em 2017 e foi adiada para esse ano, os moradores de Porto Velho poderão não perdoar os deputados que corroborarem para o aumento do reservatório e a consequente degradação de espaços urbanos e naturais dentro de Porto Velho, sendo que ainda de acordo com o MPF, tal aprovação ocultaria possíveis crimes socioambientais cometidos durante as obras que levaram a hidrelétrica.

O problema é que Jean Oliveira pertence a base governista e vem sofrendo pressão por parte do partido e do governador, Confúcio Moura para passar o projeto que aumenta o reservatório sem as devidas análises ambientais. O consórcio Santo Antônio Energia foi apontado pela força tarefa da operação Lava Jato por ter pago propinas à políticos do PMDB em Rondônia para passar seus projetos, o maior beneficiado teria sido o senador Valdir Raupp (PMDB).

Caso siga a tendencia de votar sim ao aumento do lago, Jean poderá sofrer uma derrocada em seu prestígio político na cidade de Porto Velho, uma vez que uma parcela massiva da sociedade já se mostrou contrária à tal ação nesse momento. Caberá ao jovem parlamentar tomar a decisão e bancar os riscos.

Fonte: JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política