Search
Close this search box.

DESMENTIDO – CRECI/RO afirma que secretário não chamou categoria para debater IPTU

O chefe da SEMFAZ teria afirmado que corretores participaram do debate
Publicidade

Neste último domingo (5) o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves surpreendeu a população após reconhecer que o súbito aumento no cálculo do IPTU não teve o devido debate suficiente com a população e suspender para novas propostas sejam analisadas e um meio termo para a questão seja encontrada.

Porém, uma nota de esclarecimento divulgada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Rondônia – CRECI/RO acabou supostamente desmascarado o secretário de fazenda do município, João Altair, que em suas justificativas na última semana, garantiu que os corretores haviam sido consultados pela equipe técnica da prefeitura para que o aumento do IPTU fosse levado à população.

Publicidade

De acordo com o presidente do CRECI/RO, Júlio César Pinto, em nenhum momento a prefeitura de Porto Velho chamou a categoria para debater o tema, portanto, a alegação repassada pelo secretário através de um áudio amplamente compartilhado nas redes sociais não condiz com a verdade.

“Toda a diretoria e conselheiros, esclarecem que não houve a participação da instituição nesse estudo, nem que durante essa gestão houve indicação de membros para comporem qualquer comissão na prefeitura para tratar deste assunto”, disse Júlio Cesar Pinto.

O presidente do CRECI/RO ainda completa afirmando que a categoria, caso tivesse sido chamada pela prefeitura, jamais trabalharia em prol de um aumento tão voraz repassado aos portovelhenses.

“O CRECI/RO reitera seu compromisso com a sociedade de Porto Velho e salienta que caso tivesse sido consultado, teria contribuído para a defesa de um IPTU em consonância com a realidade e justo para os cidadãos”, disse o presidente do CRECI/RO.

Até o momento a prefeitura ainda não se manifestou sobre a nota de esclarecimento do CRECI.

Anúncie no JH Notícias