Siga nossas redes sociais

Terça-feira, 18/01/2022

JH Notícias

Sphera Engenharia - Empresa de Construção e Reformas em Porto Velho - Rondônia

Política

EDITORIAL – Recebendo mais de meio milhão em salários, deputado Geraldo da Rondônia termina 2021 sem apresentar absolutamente nada em prol da população

Termina 2021 cassado, condenado e sem fazer absolutamente nada em favor da população.

WhatsApp
Banner publicitário da Prefeitura de Porto Velho - IPTU 2022

Considerado o pior deputado estadual da atual legislatura, Geraldo da Rondônia do Partido Social Cristão (PSC), segue envergonhando a população rondoniense, além de seus inúmeros casos policiais que estamparam dezenas de vezes as capas dos principais jornais do estado, ele conseguiu também a proeza de ser o pior parlamentar estadual de Rondônia.

Em 2020, Geraldo apresentou apenas 04 matérias, sendo elas: 02 requerimentos que não foram votados, 01 Projeto de Lei que alterou o nome do aeroporto de Ariquemes, que não traz nenhum benefício à população e fez 01 indicação ao governo para que termine a construção do novo Hospital Regional de Guajará-Mirim, que está com as obras paradas, sem previsão para sua conclusão.

Geraldo recebe um salário de R$ 38.751,15 por mês. A soma dos 12 meses incluindo o 13º salário chega a um valor total recebido pelo parlamentar no ano de 2021, de exorbitantes R$ 503.764,95. Lembrando que em 2021 Geraldo da Rondônia apresentou um total 00 (zero) matérias em prol da população, o que não justifica o recebimento dessa quantia.

Em suas redes sociais, Geraldo de Rondônia tem feito uma série de publicações se qualificando como um dos deputados mais atuantes do estado e o mais atuante do Vale do Jamari, o que de fato é uma inverdade, pois seus números contidos no próprio site da ALE/RO mostram o contrário.

Mas ele fez algo por Rondônia sim, nos envergonhou por inúmeras vezes, quando agrediu uma dançarina, quando invadiu a empresa Energisa por duas vezes ameaçando funcionários, quando invadiu um hospital e humilhou uma servidora concursada, gritando dentro que ela havia sido usuária de drogas no passado, “era uma noiada”, Foi espancado por agiotas dentro de um mercado em Ariquemes, humilhou uma servidora e um policial militar na recepção do CPA, assediou outra servidora durante reunião com a bancada federal, humilhou guardas municipais usando a prerrogativa de ser deputado estadual e recentemente foi expulso pela Polícia Federal de um avião no aeroporto de Porto Velho por se negar a usar máscaras, entre outros inúmeros vexames.

Geraldo teve seu mandato cassado pelo TRE no dia 19 de agosto de 2021, por captação ilícita de recursos nas eleições de 2018. No dia 13/12 o TRE voltou a manter a cassação de Geraldo. O Supremo Tribunal Federal – STF, publicou no dia 17 de outubro a declaração de trânsito em julgado da condenação de Geraldo da Rondônia por esquema de sonegação de impostos que ultrapassaram os R$ 50 milhões. Essa decisão cassou seus direitos políticos.

A pergunta que a sociedade faz para o poder judiciário rondoniense e para a Assembleia Legislativa de Rondônia é: Até quando seremos envergonhados? Até quando esse senhor será bancado com dinheiro público sem trazer qualquer tipo de benefício para Rondônia? Impunidade é a palavra certa para toda essa situação!

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por JH Notícias

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade Banner publicitário da Prefeitura de Porto Velho - IPTU 2022
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Política

Compartilhe esta notícia: