Siga

Política

ELEIÇÕES – Aliança Cassol e Expedito pode forçar Mariana Carvalho a deixar o PSDB em RO

 A janela para troca de partido termina no próximo dia 7 de abril, até lá muita coisa ainda pode acontecer, já que a maioria dos pré-candidatos preferem deixar as movimentações para a última hora.

              

O recente anuncio para uma possível aliança entre o PP, do senador Ivo Cassol, e o PSDB, do ex-senador Expedito Júnior, movimentou o cenário político rondoniense nos últimos dias. Até pouco tempo atrás considerados rivais, os políticos sinalizara para o apoio mútuo na candidatura de Cassol ao governo e Expedito ao senado.

Respondendo à condenação na Justiça por crimes envolvendo mau uso do erário, Cassol recorrerá em todas as instancias judiciais para manter sua candidatura, já Expedito, terá que mostrar força política, isso após ser expulso do cargo de Senador em condenação na Justiça e ter perdido o último pleito para Confúcio Moura (PMDB), em uma tentativa de ascender ao governo do estado.

A certeza é de que essa dobradinha será alvo de duras críticas por uma parcela do eleitorado disposta à combater candidatos envolvidos em escândalos de corrupção, cansados da atual conjectura política, esse perfil de eleitor poderá ser a diferença entre a vitória ou derrota no pleito 2018.

O problema nesse contexto é a outra ponta do PSDB rondoniense, controlado pela deputada federal Mariana Carvalho, que não poderá de forma alguma associar seu nome à candidatos condenados, isso porque grande parte de seu patrimônio político é o discurso da reciclagem dos representantes públicos, evitando condenados e ficha-sujas.

Ao que tudo indica, Mariana ou Expedito terão que ceder à liderança tucana no estado, o que parece mais possível é que a jovem deputada faça isso, já que seu nome transcende a barreira partidária. Porém, caso o PSDB nacional continue a movimentação para lançar um candidato do governo de RO, o nome mais provável a sair é de Expedito.

A janela para troca de partido termina no próximo dia 7 de abril, até lá muita coisa ainda pode acontecer, já que a maioria dos pré-candidatos preferem deixar as movimentações para a última hora.

Fonte: JH Notícias

              
Advertisement

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

SINPEF-RO - Sindicato dos Policiais Federais do Estado de Rondônia

Publicidade

Sinsepol - Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia.

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Publicidade

FINAS - Studio de Pilates

Mil Contabilidade

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Mais em Política