Notícias de Política

ELEIÇÕES – Contando com novos aliados e memória curta do eleitor, Nazif busca retorno ao cenário político

Durante a campanha Nazif chegou a afirmar em rede aberta de televisão que Porto Velho estava com mais de 90% de iluminação em suas vias públicas, uma mentira com teor de falácia que custou a perda de uma grande margem de sua já debilitada confiança por parte do cidadão portovelhense.

Postado em 23/03/2018 às 09h53min


ELEIÇÕES – Contando com novos aliados e memória curta do eleitor, Nazif busca retorno ao cenário político

Obliterado da cadeira de prefeito ao fim do seu primeiro mandato, ficando fora até do segundo turno no pleito municipal de 2016, o ex-prefeito de Porto Velho, Mauro Nazif (PSB), vem articulando seu retorno ao cenário político local, sua pretensão é uma das oito cadeiras de deputado federal pelo estado de Rondônia.

Mesmo com sua vexatória derrota política, Nazif e seu grupo conta com dois fatores preponderantes no sucesso de muitos candidatos em todo território nacional, a falta de memória do eleitor somado à novas articulações e alianças com nomes inéditos em corridas eleitorais.

No caso de Nazif o passo foi dado nesta última quinta-feira (22) ao celebrar a filiação da jornalista Luciana Oliveira, do historiador Anísio Gorayeb e do advogado Ernande Segismundo, nomes de impacto e grande credibilidade perante a comunidade portovelhense. Tal medida, pode ser considerada uma tentativa de Mauro Nazif de encobrir os lamentáveis quatro anos em que esteve à frente da capital rondoniense.

Considerado uma das piores gestões das últimas décadas, a administração Nazif deixou uma impressão de inércia e abandono na cidade de Porto Velho, problemas básicos não foram resolvidos, ele sequer conseguiu abrir as portas de creches e unidades de saúde que estavam com suas estruturas concluídas quando sentou na cadeira de prefeito.

Além da pasmaceira administrativa implantada por Nazif, sua gestão também foi marcada por fortes indícios de corrupção, levando a Polícia Federal a desencadear a operação “Murídeos”, que investiga até hoje denuncias de esquemas de direcionamento de licitações, entre outras suspeitas de mal uso do erário.

Durante a frustrada tentativa à reeleição, Nazif chegou a afirmar em rede aberta de televisão que Porto Velho estava com mais de 90% de iluminação em suas vias públicas, uma mentira com teor de falácia que custou a perda de uma grande margem de sua já debilitada confiança por parte do cidadão portovelhense.

Deixando de lado esses contextos e torcendo para que o povo o esqueça, Nazif celebrou com seus correligionários a filiação das novas frentes e vem com tudo para o pleito 2018, deixando nas mãos da comunidade portovelhense mais uma avaliação  de seu nome, agora só resta esperar.

Fonte: JH Notícias