Search
Close this search box.

Ieda Chaves apresenta dados da violência contra a mulher e faz convite para audiência pública

Parlamentar falou que os números em Rondônia são alarmantes e inadmissíveis.
Publicidade

Nesta terça-feira (21), a deputada estadual Ieda Chaves (União Brasil) fez uso da tribuna durante o pequeno expediente da sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero). As abordagens foram sobre a realização de uma audiência pública que tratará sobre violações de direitos das mulheres vulneráveis e o Dia Internacional da Síndrome de Down.

A parlamentar fez questão de informar que, somente de janeiro a dezembro de 2022, foram mais de 10.300 denúncias de crimes de violência doméstica (ameaça, lesão corporal, injúria e calúnia), além de 24 casos de feminicídio. “Diante destes dados, considerados alarmantes e inadmissíveis, precisamos abordar e tomar iniciativas que abordem as violações de direitos contra às mulheres em vulnerabilidade”, citou Ieda Chaves, após apresentar os dados apresentados pelo Observatório Estadual de Segurança Pública, da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

Publicidade

De acordo com ela, existem “feridas” causadas à integrada física e psicológica da mulher, altos casos de feminicídio, a discriminação no mercado de trabalho, a falta de acesso a serviços de servidos e educação, entre outros. “Impactam diretamente ao desenvolvimento social do país”, resume Ieda Chaves.

Audiência Pública

Ainda na tribuna, a deputada estadual formalizou o convite aos demais pares da Casa de Leis, ao público e ainda aos internautas que participaram via transmissão oficial, para a próxima quinta-feira (23), às 14h, da audiência pública que buscará a deliberação de políticas públicas. “Receberemos entidades da sociedade civil organizada, agentes da segurança pública, entes públicos, entre outros, para atuar com a ideia de minimizar os impactos e os casos de violações contra as mulheres em vulnerabilidade”, reiterou Ieda Chaves.

Síndrome de Down

Em 21 de março é instituído o Dia Internacional da Síndrome de Down. Em virtude da data, Ieda Chaves destacou a importância da inclusão e da igualdade de oportunidades para todos, além de dar parabéns aos envolvidos com a causa e reiterou o seu apoio aos envolvidos na defesa da temática.

Anúncie no JH Notícias