Search
Close this search box.
Publicidade

Marcos Rocha discute em Brasília alternativas para pavimentar BR-319

Confira as notas do dia, por Cícero Moura.
Publicidade

REUNIÃO

A pavimentação da BR-319, que liga o estado do Amazonas a Rondônia, foi discutida em reunião realizada pelo Ministério do Transporte com o grupo de trabalho destinado a estudar a viabilidade da obra.

Publicidade

GOVERNO

O governador Marcos Rocha, participou das discussões e defendeu infraestrutura sustentável como solução para a rodovia que seria uma iniciativa importante para fortalecer o progresso de Rondônia.

ESTRADA

Aberta na década de 70, a 319 necessita de estudos socioambientais que sinalize a viabilidade de pavimentação para proporcionar melhores condições de tráfego pela estrada, e que ao mesmo tempo assegure a preservação da flora e fauna da região.

POR TERRA

A BR- 319 é o único caminho terrestre até o Amazonas, portanto  essencial para o transporte de mercadorias no Norte do Brasil. É a única rodovia que liga os estados do Amazonas e Roraima à Rondônia e outros estados do Brasil.

PAUTA

A melhoria da rodovia tem sido uma das principais solicitações do governador Marcos Rocha junto ao Governo Federal, ponderando que a população tem um grande desafio quanto ao tráfego pela estrada, especialmente nos períodos chuvosos devido aos atoleiros.

ANÁLISE

O Grupo de Trabalho foi criado este mês para analisar a viabilidade da obra e apontar a melhor maneira de reconstruir a BR-319. Na reunião, o grupo liderado pelo ministro dos Transportes, Renan Filho, colheu apontamentos feitos por governadores e parlamentares da Bancada Federal dos Estados da Amazônia Legal.

INOVAÇÃO

Dois projetos técnicos desenvolvidos por Integrantes da Santo Antônio Energia no aprimoramento das atividades da Área de Operação foram apresentados no 11º Seminário Nacional de Operadores de Sistemas e Instalações Elétricas (SENOP).

PARÁ

Promovido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o mais importante fórum brasileiro voltado para as equipes de Operação em Tempo Real do Sistema Interligado Nacional (SIN) reuniu, em Altamira (PA), profissionais do Setor Elétrico para apresentar os trabalhos selecionados nesta edição.

RONDÔNIA

Douglas Morais, coordenador de Operação na Santo Antônio Energia, apresentou o trabalho “Inovação da metodologia no tratamento de Falha Humana: A busca pela excelência operacional”, projeto implementado com foco no aprimoramento de processos operacionais e na busca contínua em manter os mais altos padrões de segurança.

DINÂMICA

O projeto incluiu a realização de campanhas informativas, treinamentos, workshops anuais e a criação de um Comitê de Falhas Humanas com reuniões periódicas de onde saíram mais de 40 indicativos de melhorias.

MELHORIAS NO TEMPO REAL

Pierry Lennon, supervisor de Operação na Santo Antônio Energia, apresentou o trabalho “Despacho Ótimo: Ferramenta de Apoio à Otimização de Geração de Tempo Real na Hidrelétrica Santo Antônio”.

DIGITAL

Neste projeto, foi desenvolvida uma plataforma digital para fazer a programação diária da capacidade máxima de geração de forma mais ágil.

ONS

O Operador Nacional do Sistema (ONS) gerencia a demanda de geração de todo país e, para fazer o planejamento, precisa saber a capacidade de geração diária de cada usina. Para informar com precisão o valor de geração disponível, a equipe de Programação Energética precisa fazer um cálculo matemático complexo considerando vários dados. Trabalho que antes era feito manualmente pelos técnicos.

COMPROMISSO

“Os dois estudos apresentados neste ano no SENOP representam bem o nosso compromisso com a eficiência operacional e também com a segurança, pois as falhas operativas trazem como consequência direta o risco para integridade das pessoas e do meio ambiente. Então, buscamos compreender e definir ações preventivas para as causas das falhas humanas, proporcionando condições seguras para a realização do trabalho”, completou Dimas Maintinguer, Diretor de Operações da Santo Antônio Energia.

APROVADO

A Comissão de Meio Ambiente aprovou  o projeto de Lei nº 4.043 de 2020, do senador Confúcio Moura (MDB-RO) que torna mais rígida a pena prevista para os reincidentes na prática do crime de tráfico de animais.

EM DOBRO

No relatório da senadora Tereza Cristina (PL-MS) ainda foram aprovadas emendas para dobrar as penalizações para os infratores e a outra inclui uma pena de reclusão, de seis meses a dois anos, e multa. A matéria segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

RENTABILIDADE

De acordo com o senador Confúcio Moura, o comércio ilegal de animais é uma das atividades ilícitas mais lucrativas do mundo. Segundo ele, um estudo feito pela Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais (RENCTAS), a movimentação financeira dos criminosos pode alcançar até 20 bilhões de dólares por ano, e que o Brasil tem a participação de 5% a 15% deste total, com a retirada anual de, aproximadamente, 38 milhões de espécies de seu habitat.

MORADIA

O estado de Rondônia tem 2.020 Unidades Habitacionais selecionadas para a Faixa 1 do Novo Minha Casa, Minha Vida. Voltadas para famílias com renda mensal de até 2 salários mínimos (R$ 2.640 em valores atuais), as residências vão contemplar seis municípios do estado.

CACOAL

A cidade de Cacoal concentra a maior parte das novas moradias no estado. São 920 unidades. Na sequência aparece a capital, Porto Velho, com 600, Rolim de Moura (150), Vilhena (150), Buritis (100) e Pimenta Bueno (100).

RECONHECIMENTO

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) realizou sessão solene destacando homenagens a servidores. A indicação foi do presidente da Casa de Leis, deputado estadual Marcelo Cruz (Patriota).

RECONHECIMENTO 2

O deputado estadual Marcelo Cruz (Patriota), enfatizou o respeito imenso a todos os servidores e a merecida homenagem.

SINDICATO

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos dos Poderes Legislativos do Estado de Rondônia (Sindler), Mirin Luiz de Brito, agradeceu ao presidente Marcelo Cruz por valorizar os servidores.

HISTÓRIA

O deputado estadual Pedro Fernandes (PTB) pontuou que a homenagem sela a importância das personalidades na história de Rondônia. “Se estamos nesse patamar com um parlamento forte e respeitado são por conta dos nossos servidores, principalmente daqueles que estão aqui há 40 anos desde o início da construção do Parlamento”.

DÚVIDA

Será que a PEC que restringe decisões do STF também vale para impedir decisões monocráticas em habeas corpus para senadores e deputados?

Combate Clean Anúncie no JH Notícias