Notícias de Política

Maurão de Carvalho assume compromissos com comunidades indígenas em Guajará-Mirim

Postado em 18/09/2018 às 11h56min


Maurão de Carvalho assume compromissos com comunidades indígenas em Guajará-Mirim

Durante visitas às aldeias Sagarana e Ricardo Franco, em Guajará-Mirim, no último domingo, o candidato a governador Maurão de Carvalho (MDB), da coligação “Rondônia, unidos somos fortes”, recebeu as demandas e assumiu compromissos com àquelas comunidades. Ele esteve ainda no distrito de Surpresa, às margens do rio Guaporé.

Guajará-Mirim tem a maior comunidade indígena de Rondônia. Entre os pedidos, a ampliação da mediação tecnológica nas escolas das comunidades, para que o ensino passe a ser integral, melhorias nos acessos, perfuração de mais poços artesianos e, principalmente, apoio para o aumento da produção agropecuária.

“Foi um encontro muito produtivo. A comunidade nos acolheu com muito carinho e atenção. Eles nos apresentaram suas demandas e assumi o compromisso de atendê-las, dentro das possibilidades do Estado. Os destaques foram os pedidos para mais educação e mais apoio para a agropecuária se desenvolver”, destacou Maurão.

As lideranças das aldeias solicitaram apoio técnico e implementos para que possam aumentar a produção agropecuária, com destaque para gado de leite e de corte, plantio de banana, mandioca e inhame. “Essa é uma ação que podemos fazer, com o investimento que pretendemos fazer na Emater, para que ela possa estar ainda mais ao lado do produtor rural”, completou Maurão.

Os pais solicitaram ainda que o Governo garanta mais vagas para seus filhos no Instituto Abautará, que trabalha com a formação tecnológica voltada ao campo. Hoje, cada aldeia conta com 10 alunos estudando no Abaitará. O pedido é que esse número seja, pelo menos, dobrado, para que mais indígenas possam se capacitar e trazer conhecimento, para que a produção aumente.

Na região de Surpresa, inclusive, há uma expectativa para a nova atualização da lei do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico, que beneficiaria a região do distrito, para que a área de abrangência da localidade possa ser modificada, saindo da subzona 2.2 para a subzona 1.3.

Por Assessoria