Search
Close this search box.
Publicidade

NAS REDES SOCIAS – Deputado rondoniense preso em operação apoia Bolsonaro e pedidos de intervenção

Fraudes de licitação, peculato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica
Publicidade

Único dos oito deputados federais eleitos pelo estado de Rondônia que foi preso, Lúcio Mosquini (MDB) vem promovendo apoio nas redes sociais aos movimentos eclodidos no país de grupos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que clamam por intervenção militar após os resultados das eleições.

O deputado vem compartilhando vídeos de manifestantes em frente a batalhões das Forças Armadas e considera as manifestações como “impressionante”.

Publicidade

Lúcio Mosquini foi preso pela operação Ludus, deflagrada pelo Ministério Público Estadual de Rondônia (MP-RO), no dia 3 de dezembro de 2014, época em que havia sido eleito para o primeiro mandato de deputado federal.

A operação Ludus investigou uma suposta organização criminosa que atuou na contratação e execução das obras do Espaço Alternativo, em Porto Velho, orçadas em R$ 22.802.088,73.

De acordo com o Ministério Público, o grupo era formado por agentes políticos, empresários e policiais militares envolvidos em fraudes de licitação, peculato, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, entre outros crimes.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias