Notícias de Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Confúcio Moura retira realinhamento da Polícia Civil e revolta categoria – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo eletrônico há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.

Postado em 24/01/2018 às 17h32min


OPINIÃO E POLÍTICA – Confúcio Moura retira realinhamento da Polícia Civil e revolta categoria – Por João Paulo Prudêncio

Polícia Civil

O realinhamento de salário e plano de carreira dos agentes da Polícia Civil do estado de Rondônia é um sonho antigo e após a Lei 3.961 de 21 de dezembro de 2016, passou a ser uma expectativa real, pois agendava o início dessa melhoria salarial a partir de janeiro de 2018, fato que não se confirmou e causou a ira dos policiais civis contra o governador Confúcio Moura.

A lei

Sancionado pelo governador Confúcio Moura (PMDB) o Projeto de Lei garantia um pagamento base de insalubridade no valor de R$ 600,90 além de outros cálculos aos servidores de carreira, nele ficou estipulado o início do pagamento a partir do dia 01 de janeiro de 2018, porém sem conversar com a categoria ou maiores explicações, o governo do estado não cumpriu a proposta e alegou “divergência sobre o entendimento e aplicabilidade da lei a servidores federais e aos servidores estaduais”.

Frustração 

Contado com o dinheiro, que para eles era certo, os policiais civis não receberam com bom grado o corte do direito adquirido e deverão fazer barulho, tendo Confúcio com alvo principal dos protestos. O governador de Rondônia corre o risco de iniciar sua corrida ao senado durante uma queda de braço com os sindicatos e associações representativas da categoria. Uma greve não é descartada.

Suspeita

Um contrato firmado entre o Governo do estado de Rondônia e a empresa de construção e terraplanagem Terranorte, com sede na cidade de Ji-Paraná está sob suspeita das autoridades públicas. O contrato firmava a construção da  Construção da Unidade Integrada de Segurança Pública – UNISP, que inclusive já foi entregue pelo governo do estado.

Apuração

O secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga, instituiu uma comissão de apuração interna para investigar possíveis descumprimentos do contrato por parte da empresa e possíveis danos ao erário. Integram a comissão três engenheiros civis que terão o prazo de trinta dias para apresentarem as informações coletadas nas apurações dos fatos.

Iluminação 

A prefeitura de Porto Velho está firmando contrato de quase R$ 3 milhões através da Empresa de Desenvolvimento Urbano – EMDUR, na aquisição de luminárias de led que serão disponibilizada para a iluminação pública, as lampadas terão sensor remoto e indicam em sinal qualquer falha ocorrida em seu funcionamento. O presidente da EMDUR, Breno Mendes, vem apostando alto nesses investimentos e possivelmente poderá mais um nome na corrida eleitoral de 2018 ou de 2020.

Politicalha

O ex-senador Expedito Júnior (PSDB) anda fiscalizando pessoalmente o andamento de algumas das medidas paliativas executadas na contenção dos impactos do período chuvoso nos bairros da capital. Fazendo a vez de prefeito, Expedito precisa tomar cuidado para que ele e  Hidon não acabem acusados e condenados por abuso de poder econômico e improbidade, uma vez que o tucano é pré-candidato ao senado e não possui cargo na prefeitura.

Condenado 

Mesmo tendo sua pena confirmada pela Justiça Federal, o ex-presidente Lula poderá ser candidato à presidência da república, isso porque o Partido dos Trabalhadores – PT, irá registrar sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral que irá julgar a possibilidade de Lula ser candidato até o dia 17 de setembro de 2018. O TSE é atualmente presidido pelo Ministro Gilmar Mendes e passará para a responsabilidade do ministro Luiz Fux em fevereiro deste ano.

Parabéns

A cidade de Porto Velho completa nesta quarta-feira (24) 103 anos de instalação urbana, a coluna Opinião e Política parabeniza todos os portovelhenses e deixa seu compromisso com a comunidade para sempre atuar na fiscalização e cobrança as ações do poder público e os anseios da comunidade.

A coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo eletrônico há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias