Search
Close this search box.

OPINIÃO E POLÍTICA – Daniel Pereira quer ficar bem longe do escândalo dos R$ 30 milhões – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.
Publicidade

Começou a peia 

Com o horizonte do pleito 2018 surgindo para os pretensos candidatos que disputarão as vagas eletivas à disposição, é bom o prefeito Hildon Chaves ir se acostumando a levar “porrada”, vai apanhar de todos os lados, a peia já começou entre alguns deputados, Jesuíno Boabaid (PMN) o acusou de estar cometendo improbidade, já Hermínio Coelho (PSD) partiu para cima de Hildon afirmando que sua administração está deixando a desejar.

Publicidade

Câmara

No parlamento mirim, gozando de uma expressiva base de apoio, Hildon pode ter certeza que propostas que gerem insatisfação da comunidade não passarão, ao menos até o final do pleito. Alguns vereadores já andam ensaiando endurecer o tom com Hildon, grande parte deles vislumbram uma cadeira na ALE/RO ou na Câmara Federal.

Desacostumado

Em seu segundo ano como detentor de cargo público eletivo em toda a sua vida, Hildon Chaves não tem a couraça de alguns conhecidos políticos que apanham a ainda saem sorrindo, pode ser que o aumento da pressão seja muito para a borracha do alter ego do prefeito tucano, fazendo com que a panela estoure e a situação piore ainda mais até o final do ano.

Um fato 

A gestão Hildon Chaves não vai servir como modelo para nenhum candidato, muito pelo contrário, qualquer candidato do PSDB ao governo de Rondônia terá de enfrentar a desconfiança de quase meio milhão de pessoas que ainda viram Porto Velho ser cuidada da forma como foi prometida pelo prefeito.

Bem longe 

O virtual governador do estado de Rondônia, Daniel Pereira, vem projetando sua equipe de trabalho para os meses em que comandará o executivo estadual. Sempre aliado de primeira hora do governador Confúcio Moura (PMDB), Daniel já mostrou que não deve nada ao seu ao seu companheiro de mandato, assim que ele sair de cena, quem manda é ele.

Escândalo

Um exemplo de que Daniel pretende mostrar em alguns meses que ele é ele e Confúcio é Confúcio, foi a retirada do diretor do Departamento de Estrada e Rodagens – DER, Ezequiel Neiva, suspeito de ter fraudado um pagamento de R$ 30 milhões em beneficio à uma construtora que já havia recebido o pagamento há anos atrás por uma obra realizada na ponte da BR-364 que corta o município de Jí-Paraná.

MP

A denuncia está correndo no Ministério Público e pode culminar em pessoas do primeiro escalão do governo Confúcio apontadas por crime de corrupção. Daniel precisa e pretende mostrar que nada tem haver com esse problema, a distancia dos envolvidos é o primeiro passo, resta saber se ele irá colaborar com as investigações, abrindo os arquivos do departamento para as devidas análises.

Greve

Daniel Pereira poderá assumir o governo com um abacaxi para descascar, a greve dos professores, que de acordo com SINTERO, continua mesmo com determinação judicial para que os professores retornem às aulas. Daniel possui experiência nessa tipo de negociação e já se articula com as lideranças sindicais na busca de uma solução para o problema.

Adoção 

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) Justiça vai votar uma proposta que define que a guarda provisória no procedimento de adoção valerá até a sentença final da ação. A relatora do projeto (PLS 371/2016), senadora Simone Tebet (PMDB-MS), explicou que o objetivo é evitar que a família precise recorrer à Justiça para a renovação da guarda.

A Coluna 

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias

Anúncie no JH Notícias