Siga

Mais em Política

Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Educação em Porto Velho está jogada ao relento e Hildon não se manifesta – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (WattsApp) e (68) 99217-1709.

              

Caos 

O sistema de educação em Porto Velho está de fazer vergonha para qualquer integrante da gestão Hildon Chaves (PSDB) que tenha o minimo de consciência da real situação que milhares de alunos se encontram. Uma evidente capacidade de gerencia vem deixando os pais à beira do desespero e clamando para que algo seja feito.

Do bolso 

Nesta última semana, a vereadora Ada Dantas (PMN) tirou dinheiro do bolso para pagar a instalação de dois aparelhos de ar-condicionado para uma escola dentro do bairro São Francisco, isso após os coordenadores da unidade de ensino procurarem a legisladora ao não verem alternativas de resolução do problema.

Recorrente

Problemas como esse não são raridades, aliás, se tornam cada vez mais recorrentes dentro das escolas públicas do município, uma triste constatação de um prefeito que garantiu com todas as palavras que faria a diferença na forma de gerir a máquina pública da capital rondoniense, tão surrada na última década.

Jorge Andrade 

Outro exemplo da aberradora situação das unidades educacionais de Porto Velho é a tradicional escola de música Jorge Andrade, que está abandonada pelo poder público e atualmente apresenta deterioração em sua estrutura, falta de efetivo profissional e muito descaso por parte das autoridades. Um verdadeira crime contra cultura de nossa cidade.

Sem contrato 

Mais um exemplo é a inexistência do serviço de transporte escolar que vem prejudicando mais de dois mil estudantes em zona Rural, ribeirinha e distritos. Com os contratos rescindidos pela prefeitura, ainda não existe nenhuma empresa responsável pelo serviço, deixando as famílias no prejuízo.

Greve 

.E no âmbito estadual permanece a greve dos professores, que há cada dia vem tomando mais volume, e depois da polêmica envolvendo o Chefe da Casa Civil, Emerson Castro, ganhou apoio da comunidade. Agora as negociações prometem ser mais severas com o governo Confúcio Moura.

Balela

Não passa de politicagem todo o teatro promovido pelo governador Confúcio Moura (PMDB) nas últimas semanas em torno de sua permanência na cadeira de governador até o final do ano. Confúcio sai do cargo e disputará a cadeira ao Senado, é questão de tempo para a comunidade perceber que o governador rondoniense é muito sagaz em promover seu nome, esse imbróglio criado entre ele e Daniel pode não ter passado de. um golpe de mídia visando fortalecer ambos os políticos.

Eleições

O pré-candidato à presidência da república Álvaro Dias (PODEMOS) poderá vir com o pastor e deputado federal Marcos Feliciano como vice de sua chapa, uma estratégia arriscada, que pode comprometer a candidatura em ascensão de Dias, já que Feliciano teve seu nome citado em possíveis esquemas de corrupção.

A Coluna

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (WattsApp) e (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias

              

Publicidade

ASSFAPOM - Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiro Militar do Estado de Rondônia

Publicidade

SINPEF-RO - Sindicato dos Policiais Federais do Estado de Rondônia

Publicidade

Sinsepol - Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia.

Publicidade

Associação Beneficente Zequinha Araújo

Publicidade

Samremo Pizzaria

Publicidade

Gurjão Santiago Kikuchi Advogados Associados

Mil Contabilidade

Publicidade

3D Store - O estilo que você precisa!

Advertisement