Notícias de Política

OPINIÃO E POLÍTICA – Votação de elevação do lago da UHE Santo Antônio ficará para depois da eleição – Por João Paulo Prudêncio

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.


Postado em 23/02/2018 às 19h07min

OPINIÃO E POLÍTICA – Votação de elevação do lago da UHE Santo Antônio ficará para depois da eleição – Por João Paulo Prudêncio

Barrada

A votação que poderia aprovar a elevação da cota do reservatório da usina de Santo Antônio, que quase foi aprovada em uma sessão montada às pressas no final do ano passado na Assembleia Legislativa de Rondônia – ALE/RO, acabou sendo suspensa até que um amplo debate fosse promovido pela comunidade e autoridades competentes.

Debate 

A decisão foi tomada nesta última quinta-feira (22) após o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) solicitar uma Audiência Pública agendada para o próximo dia 29 de março, ás 09h na ALE/RO. Esse pedido acabou dando tempo para que a comunidade se organize e promova uma série de manifestações que deixarão os deputados pressionados para levarem essa pauta para depois da eleição.

Projeção 

Ao que tudo indica, a base do governo que já se mostrou favorável pela votação ao consórcio, preferiu aguardar para ver o desenrolar dos fatos. A aprovação dessa proposta irá permitir que o consórcio Santo Antônio Energia S.A alague uma área aproximada de sete mil campos de futebol, isso além do que já foi alagado.

MPF

Vale ressaltar que o Ministério Público Federal – MPF, já se posicionou contra o projeto e afirmou que caso os deputados sigam a favor da usina, estarão apoiando a ocultação de diversas provas que apontam que os responsáveis pelo consórcio não cumpriram os acordos iniciais de responsabilidade social e ambiental com a comunidade portovelhense.

Improbidade

Mesmo que os deputados levem adiante a proposta, o projeto pode ser barrado pela justiça, caso fique comprovado que os parlamentares sequer receberam um laudo de impacto que esse aumento irá trazer e mesmo assim disseram sim à ele, fato que poderia se caracterizar como improbidade administrativa.

Decepção

Passado quase um ano e dois meses à frente da prefeitura, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vem deixando a desejar nas áreas mais importantes da vida de uma cidade, com o início do período chuvoso, o prefeito marca mais um ano com bairros alagados, fossas estouradas e canais entupidos, e o pior, com diversos maquinários parados no pátio por falta de manutenção.

Chegou a hora

Esse é o momento dos vereadores mostrarem que estão do lado da comunidade, mesmo com uma base confortável dentro da casa de leis do município, o prefeito Hildon já começa a sentir o baque de alguns vereadores que não tem outra alternativa a não ser partir para cima do poder executivo, ou enfrentarem o furor da comunidade nas urnas.

Rodovias 

O Plenário da Câmara dos Deputados encerrou a sessão de quarta-feira (21) sem votar a Medida Provisória (MP) 800/2017, que autoriza a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a celebrar aditivo contratual com as concessionárias de rodovias federais para alongar o prazo de execução de investimentos previstos originalmente. A MP perderá a validade nesta segunda-feira (26).

A Coluna 

João Paulo Prudêncio é jornalista e editor de política do jornal eletrônico JH Notícias e atua no jornalismo rondoniense há mais de dez anos. Informações e contato com a coluna através dos telefones: (69) 99230-0591 (Watssap) e (68) 99217-1709.

Fonte: JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política