Search
Close this search box.

Presidente Laerte Gomes destaca sucesso do 1º Fórum do Parlamento Amazônico em Brasília

Parlamentar comandou os debates do encontro que reuniu deputados e deputadas estaduais da Amazônia Legal.
Publicidade

Sob a presidência do deputado estadual Laerte Gomes (PSD), o Parlamento Amazônico se reuniu na tarde da última terça-feira (19), na Câmara dos Deputados, em Brasília. O encontro, que lotou o auditório Nereu Ramos, reuniu ministros de Estado, embaixadores de países vizinhos, senadores, deputados estaduais e federais, prefeitos, vereadores e imprensa de todo país.

Ao fazer a abertura oficial do evento, Laerte Gomes agradeceu a presença de todas as autoridades presentes, em especial, os representantes de Rondônia que compareceram ao evento voltado à temas de extrema importância e de interesse dos nove estados que compõem a Amazônia Legal.

Publicidade

“É uma honra poder estar aqui hoje, fazendo a abertura desse evento inédito. O Parlamento Amazônico já tem mais de 20 anos de existência e realiza o seu primeiro fórum aqui na capital federal, trazendo a demanda e a voz dos amazônidas. Esse é o nosso intuito, que Brasília ouça quem mora nos estados da Amazônia”, iniciou o presidente do colegiado.

De acordo com o presidente do Parlamento Amazônico, as palestras apresentadas pela ministra do Planejamento, Simone Tebet, do ministro das Cidades, Jader Filho e do coordenador-geral da Bancada de Regularização Fundiária, deputado federal, Lúcio Mosquini (MDB-RO), abordaram temas extremamente pertinentes para os nove estados que compõem a Amazônia Legal.

Vários deputados e deputadas também tiveram oportunidade de se pronunciarem a favor das demandas do povo amazônidas e do Parlamento Amazônico. A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, palestrou sobre os cinco eixos de integração do Brasil com países vizinhos, que são as rotas sul-americanas: Ilha das Guianas; Amazônica; Quadrante Rondon; Bioceânica de Capricórnio; e Porto Alegre-Coquimbo.

Segundo ela, “As rotas são o futuro, querendo ou não. A questão é acreditar ou não. É fazer ou não. A solução para diminuir a desigualdade, levar desenvolvimento, renda e dignidade para as pessoas dos estados do norte e do centro-oeste das regiões de fronteira está em nossas mãos. São nossos estados que vão ajudar a alimentar o mundo e diminuir a desigualdade social no nosso país”, destacou Simone Tebet.

Em sua exposição, o ministro Jader Filho destacou a importância da obtenção da autonomia e do fortalecimento econômico da região Amazônica. “As ações dos nossos deputados são muito importantes para que os recursos da nossa região não saiam para outras regiões. Não quero que nossa região receba recurso de outras, mas também não quero que os recursos da nossa região saiam para outras”, concluiu.

O deputado federal Lúcio Mosquini (RO), encerrou o evento com uma palestra sobre os projetos que tramitam no Congresso Nacional que trata sobre a regularização fundiária na Amazônia Legal. No painel, o parlamentar abordou sobre o percentual de propriedades rurais que são regularizadas na região norte. De acordo com o parlamentar, somente 9,7% das propriedades rurais regularizadas no Brasil são da região Norte.

“A região Norte precisa se atentar. Essa questão da regularização é muito séria e é um problema nosso, da região Norte. Comparada com outras regiões, nossa região tem um número muito baixo de cadastros de propriedades rurais”, afirmou.

Para Laerte Gomes, o evento superou todas as expectativas e passa a ser um novo marco para os estados da região Amazônica e do Parlamento Amazônico como um todo. “Esperamos que agora o Congresso Nacional e o Governo Federal possam ouvir os gritos do povo dos estados que moram na Amazônia, principalmente aos problemas comuns a todos os estados, como questões relacionadas à regularização fundiária, embargos ambientais, infraestrutura das rodovias, hidrovias, malha aérea, entre tantos outros aspectos”, frisou o presidente do Parlamento Amazônico, Laerte Gomes.

Ao concluir, o deputado afirmou ter ficado satisfeito com os encaminhamentos do 1º Fórum do colegiado e disse acreditar que, a partir de agora, diálogos serão intensificados. “Sem dúvidas, o desafio agora é unir as bancadas da região Norte para que abracem as causas e trabalhem em conjunto para podermos dar condições aos nossos empreendedores e produtores poderem investir em nossos estados da Amazônia e com isso, gerar emprego e renda, sempre respeitando as questões ambientais”, concluiu o presidente Laerte Gomes.

Compuseram a mesa de trabalhos ao lado do presidente Laerte Gomes, o presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT-CE), o quarto secretário da Câmara dos Deputados, deputado federal Lúcio Mosquini (MDB), a ministra do Orçamento e Planejamento, Simone Tebet, ministro das Cidades, Jader Filho, senador Confúcio Moura (MDB-RO), o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Soldado Sampaio (Republicanos-RR) e o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, Luiz Gonzaga (PSDB-AC).

Anúncie no JH Notícias