Search
Close this search box.

PROJEÇÃO — Rondônia pode ser o berço de Michele Bolsonaro ao Senado

Essa possibilidade vem tirando o sono de muitos políticos no Estado
Publicidade

Sob o comando de Jaime Bagatolli e Silvia Cristina, o PL em Rondônia pode acabar tomando rumos inesperados e inimagináveis até então, uma delas poderia a ser abraçar uma possível candidatura de Michele Bolsonaro na corrida ao Senado em 2026.

Essa é uma ideia que vem amadurecendo desde o anúncio da ex-primeira dama de que sua filha vai se casar com um rondoniense e pontuou: “Eu amo tanto Rondônia que meus netos vão ser metade brasiliense e metade rondoniense”.

Publicidade

Nas análises das últimas eleições em Rondônia tudo indica que uma candidatura de Michele disputando uma cadeira ao Senado com os já conhecidos políticos rondonienses seria um “massacre eleitoral”.

Michele Bolsonaro durante evento em Rondônia

Recentemente Michele afirmou à imprensa que não descarta a possibilidade de concorrer à um cargo no Congresso Nacional.

“Percebi que os ataques a mim aumentaram quando levantaram a possibilidade de uma candidatura. Hoje estou no PL porque acredito no propósito, na missão. Agora, se no meio do caminho o meu coração arder, eu posso até vir a ser candidata a um cargo do Legislativo”, disse.

Pela grandiosidade do último evento que contou com Michele Bolsonaro como a “atração principal” é possível entender que o seu nome não encontrará qualquer empecilho em uma convenção estadual do PL, assim como tem nos atuais líderes da legenda, Bagatolli e Cristina, plena parceria estabelecida.

No meio do caminho da projeção de uma candidatura de Michele Bolsonaro ao Senado pelo estado de Rondônia estão muitos projetos políticos locais, que correm grande risco de naufragarem em uma disputa eleitoral que contará com a participação intensa do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Anúncie no JH Notícias