Notícias de Política

SEM PERDÃO – Aliado de Temer, Garçom deve votar a favor da Reforma da Previdência

O deputado estava recentemente na capital fazendo lobby com as emendas destinadas à cidade, deverá utiliza-las como propagando em sua campanha.


Postado em 02/02/2018 às 10h25min

SEM PERDÃO – Aliado de Temer, Garçom deve votar a favor da Reforma da Previdência

Com o início das atividades no Congresso prevista para o próximo dia 05 de fevereiro, os deputados federais rondonienses estão na mira do eleitorado em pleno ano de escolha para os oito nomes que representarão os interesses do estado de Rondônia em Brasília a partir do dia 01 de janeiro de 2019.

A votação da reforma da Previdência será um ponto crucial de análise sobre quais as reais intenções dos congressistas rondonienses sobre o povo de seu estado. O presidente Michel Temer (PMDB) está usando de todo o seu poder e influência para aprovar a medida, uma das formas de negociação mais usual é a destinação de emendas aos deputados que votam a favor de seus projetos.

Impopular, com menos de 5% de aprovação de seu governo, Michel Temer já possui 270 deputados, para passar a reforma são necessários 308 votos. Entre os parlamentares que estão na contagem de Temer, está o deputado Lindomar Garçon (PRB), que já votou pelo arquivamento do processo de investigação por crimes de corrupção e formação de quadrilha contra o presidente.

A feição de Temer por Garçom é demonstrada desde o primeiro dia em que ele assumiu o Palácio do Planalto. Garçon buscará a reeleição à todo o custo, as emendas de Temer deverão ser muito bem utilizadas na intenção de garantir os votos precisos para a vitória no pleito 2018, mesmo que para isso trabalhadores de todo o país precisem sangrar.

O projeto da reforma da Previdência foi enviado sem a análise da Procuradoria Geral da Fazenda (PGFN), de acordo com os advogados federais do Brasil, a matéria não passou pelos trâmites necessários e já poderá ser aprovada caso os deputados cedam à pressão de Temer.

Aumentando o tempo de contribuição e a idade mínima de trabalho, e repleta de inconstitucionalidades jurídicas, a reforma da Previdência é mal vista pela maioria da população brasileira, uma vez que sequer meche com as benesses dos mais ricos, como gigantes empresários, juízes e classe política, como a absurda aposentadoria dos senadores.

O deputado estava recentemente na capital fazendo lobby com as emendas destinadas à cidade, deverá utiliza-las como propagando em sua campanha, que poderá ser vitoriosa à custo do sangue e trabalho de muita gente humilde, que perderá parte de seus direitos previdenciários, isso com a ajuda do possível voto “sim” de Lindomar Garçon.

Fonte: JH Notícias



MAIS NOTÍCIAS DE Política