Notícias de Política

TAXA DE ILUMINAÇÃO- Vereadores se reúnem na segunda para diminuir valores cobrados pela prefeitura

Postado em 03/02/2018 às 09h39min


TAXA DE ILUMINAÇÃO- Vereadores se reúnem na segunda para diminuir valores cobrados pela prefeitura

A prefeitura de Porto Velho, encabeçada por Hildon Chaves, tem deixado a população revoltada com a readequação nos valores da taxa de iluminação pública. O prefeito alegou aos vereadores que o orçamento previsto não era suficiente para atender as demandas da EMDUR- Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano, que cuida da iluminação pública da capital e distritos. Certos de que Porto Velho se encontrava na escuridão e que isso afetava diretamente a segurança dos munícipes, os vereadores aprovaram a proposta da prefeitura.

A vereadora Ada Dantas afirmou que alguns valores vieram acima do apresentado pelo executivo, causando descontentamento para os vereadores. “Aprovamos a readequação, mas não de forma abusiva! Os valores devem ser reavaliados pela prefeitura, pois está abusivo e isso não podemos aceitar”. Ressaltou a vereadora.

O vereador Júnior Cavalcante (PHS), que também votou a favor da readequação, destacou que a mudança foi desproporcional e que precisa ser alterado urgentemente.

A finalidade da reunião é discutir a redução dos valores cobrados pela prefeitura, tendo em vista que o aumento está desproporcional em algumas residências e prejudicando o comércio.

A rede social publicou um talão de energia de um comércio “lava a jato”, onde o aumento do valor da taxa de iluminação subiu de R$9,69 para R$55,79. Nesse caso, por se tratar de comércio o presidente da EMDUR, afirmou que antes eles contribuíam como residência e agora deverão contribuir como comércio.

Segue a tabela de valores de residência urbanas, rurais e comércios:

A COSIP- CONTRIBUIÇÃO PARA O CUSTEIO DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA foi aprovada em setembro/2017, trata-se de uma política da gestão, Hildon Chaves, mas sua eficácia passou a fazer efeitos em janeiro/2018.

Esse nome é dado ao sistema de iluminação noturna das cidades. É essencial à qualidade de vida nos centros urbanos, atuando como instrumento de cidadania, permitindo aos habitantes desfrutar, plenamente, do espaço público no período noturno. Ligada à segurança pública no tráfego, previne a criminalidade e embeleza as áreas urbanas.

Fonte: Assessoria