Notícias de Política

TRANSPORTE ESCOLAR – Vereadora Ada Dantas repudia desrespeito da prefeitura durante Audiência Pública

A vereadora afirmou que até a situação ser resolvida em definitivo, uma medida paliativa através de uma ação emergencial deverá ser proposta pelos vereadores afim de colocar as crianças na sala de aula.


TRANSPORTE ESCOLAR – Vereadora Ada Dantas repudia desrespeito da prefeitura durante Audiência Pública

A vereadora Ada Dantas (PMN) promoveu na tarde desta quarta-feira (21) a Audiência Pública que debateu com a comunidade, representantes do Ministério Público e empresários do ramo do transporte, a atual situação de precariedade envolvendo a ausência do serviço de transporte escolar para crianças de áreas rurais e distritos de Porto Velho.

Há quase duas semanas mais de duas mil crianças estão impedidas de terem acesso às salas de aulas em decorrência da falta de transporte, sendo que o contrato com as prestadores desses serviço já foi quebrado pela prefeitura. De acordo com a vereadora, que foi bastante aplaudida pelas pessoas que lotaram o plenário, o poder executivo vem deixando à desejar a causando severos danos às esse jovens, que apenas querem estudar.

“Eu queria muito que essa gestão desse certo, porém o que eu estou vendo é a falta de compromisso com a população, o desrespeito com nossas crianças e a falta de competência. Eu vejo o prefeito promovendo ação social para arrecadar chocolate para crianças, mas não consegue garantir educação aos nossos jovens”, afirmou Ada Dantas.

A vereadora também lamentou a ausência de representantes da prefeitura durante a audiência, de acordo com ela, isso apenas mostrou a falta de valorização que as pessoas que gerem o município tem pela comunidade e debate democrático, pois sequer se deram ao trabalho de encontrar a população e esclarecer os fatos.

“O direito à educação é algo que não pode ser tirado de nossas crianças, precisamos nos unir para acabar com esse problema, convidamos o secretário de educação do município que não chegou, convidamos a superintendente de licitação, que também não veio, isso mostrou o desrespeito com o nosso povo”, afirmou Ada Dantas.

A vereadora afirmou que até a situação ser resolvida em definitivo, uma medida paliativa através de uma ação emergencial deverá ser proposta pelos vereadores afim de colocar as crianças na sala de aula.

Fonte: Assessoria




MAIS NOTÍCIAS DE Política