Siga nossas redes sociais

Sábado, 28/05/2022

JH Notícias

Coronavírus - COVID-19 - Governo do Estado de Rondônia

Política

VERGONHA – Geraldo da Rondônia segue protegido por Jhony Paixão, ambos acusados de corrupção

Agora a população conta apenas com o Poder Judiciário, para por fim a essa injustiça e retirar de uma vez por todas Geraldo da Rondônia do parlamento rondoniense.

WhatsApp

O deputado estadual Geraldo da Rondônia (PSC), que ficou conhecido em todo estado não por suas ações no parlamento, que foram quase nenhuma, mas por estampar inúmeras vezes as páginas policiais dos jornais rondonienses, segue, mesmo com seus direitos políticos cassados, recebendo seu salário de deputado estadual pago pela população de Rondônia.

Geraldo teve seus direitos políticos cassados no dia 12/10/2021, quando o Superior Tribunal Federal – STF, declarou o trânsito em julgado de seu processo criminal. O motivo das ações judiciais era relativo a um suposto esquema de sonegação de impostos que o parlamentar participava e era beneficiado. Os valores ultrapassaram a casa dos R$ 50 milhões.

Geraldo também teve seu diploma cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE, no dia 19/08/2021, por uso de financiamento ilícito na campanha eleitoral de 2018, além de inúmeras ocorrências policiais, usando sua prerrogativa de deputado estadual, que foram protocoladas no Conselho de Ética da ALE/RO.

JHONY PAIXÃO

Aí que estão problema! O presidente deste Conselho de Ética é o deputado estadual Jhony Paixão (Republicanos), que foi alvo, no último dia 14/01, de uma operação denominada “O Chamado”, desencadeada pela Polícia Civil de Rondônia, que apura esquema com emendas, rachadinha e servidores fantasmas.

Segundo o Conselho de Atividades Financeiras – COAF as diligências apontaram que no período entre 15.4.2019 e 23.12.2020 Jhony Paixão contou com 13 operações notificadas aos órgãos de controle, que totalizaram R$620.000,00 (seiscentos e vinte mil reais) e esses valores foram sacados em espécie pelo mesmo.

Consta ainda nas investigações que os nomeados participavam de um “esquema de rachadinha” e de nomeações fantasmas, e repassavam parte considerada de suas remunerações para o deputado.

Após receber as denúncias por parte de ex-assessores que pediram exoneração do cargo por não concordarem com a prática criminosa, o COAF passou a notificar as atividades financeiras do parlamentar, que constatou a incompatibilidade das práticas de renda declarada.

Ações do Governo de Rondônia

Denunciantes que trabalharam para o deputado no ano de 2019, disseram a autoridade policial, que recebiam mensalmente, cerca de R$7.000,00 (sete mil reais), contudo, repassavam em mãos, a quantia de R$5.000,00 (cinco mil reais) para o parlamentar.

Com todos os indícios e para tentar ludibriar a população para não ser cancelado nas eleições deste ano, Jhony gravou um vídeo e desqualificou o trabalho de mais de um ano da polícia, disse que tudo não passava de uma “Fake News”, e ainda alegou perseguição política. Pode um negócio desse?

CONSELHO DE ÉTICA INEFICIENTE

Apontado pela polícia como corrupto, Jhony Paixão jamais reuniu o Conselho de Ética por não ter legitimidade para cassar um parlamentar por também fazer parte de esquema ilícito. Quem tem telhado de vidro não pode atirar pedra no telhado do vizinho.

Banner publicitário da Assembleia Legislativa

Agora a população rondoniense conta apenas com o Poder Judiciário, para por fim a essa injustiça e retirar de uma vez por todas Geraldo da Rondônia do parlamento rondoniense.

Curtiu? Siga o JH NOTÍCIAS no Facebook, Instagram e no Twitter.

Entre no nosso Grupo do WhatsApp e receba as últimas notícias de Rondônia.

Por JH Notícias

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade

Publicidade Ações do Governo de Rondônia
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Mais em Política