Search
Close this search box.

Barco saúde inicia mais uma viagem para levar serviços especializados à população ribeirinha

Essa é a sétima vez que a embarcação desce o Madeira desde a reativação do serviço, em 2021
Publicidade

Em mais uma viagem de esperança, amor e cidadania, o Barco Saúde Dr. Floriano Riva Filho desceu junto com a correnteza do rio Madeira em direção aos distritos do baixo Madeira, zona rural da capital. A ação é uma iniciativa da Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Essa é a segunda viagem da embarcação em 2024 e a sétima desde 2021, quando o serviço foi retomado após uma completa reforma da unidade fluvial. Pontualmente às 8h do domingo (16), no Porto da Marinha em Porto Velho, o comandante do barco, Benjamin Ferreira, desancorou a embarcação. A bordo seguiram médicos, enfermeiros, vacinadores, técnico de enfermagem, auxiliar de laboratório, acadêmicos de enfermagem e psicologia, entre outros profissionais.

Publicidade

Entre os serviços ofertados estão atendimentos médicos com clínico geral de enfermagem, vacinação, educação em saúde, dispensação de medicações, puericultura, exames laboratoriais e atendimento psicológico.

Além desses, a bordo também vão os atendimentos com profissionais especializados, como ortopedista, ginecologista, pediatra entre outros.

A bordo da embarcação seguiram diversos profissionais da saúdeA bordo da embarcação seguiram diversos profissionais da saúde

Coordenado pelo Departamento de Atenção Básica (DAB) da Semusa, o Barco Saúde fará sua viagem em direção aos distritos de Calama, Nazaré, São Carlos e mais 12 comunidades adjacentes entre os dias 16 e 23 de junho.

A secretária da Semusa, Eliana Pasini aponta o esforço da gestão em reativar o funcionamento da unidade fluvial, investindo na reforma total da estrutura. “Esse serviço é muito importante, pois conseguimos levar até as comunidades atendimentos diferentes daqueles oferecidos nas unidades de saúde de cada distrito. Nossa missão é trabalhar para melhorar as condições de saúde da população”, relata a secretária.

Nesses distritos e comunidades, a Prefeitura de Porto Velho disponibiliza unidades básicas de saúde que realizam os atendimentos da Atenção Primária à Saúde (APS). A chegada do Barco Saúde nessas regiões serve como um apoio e amplia os atendimentos, com serviços especializados para aquela população.

Serão sete dias de viagens, entre deslocamento e atendimentosSerão sete dias de viagens, entre deslocamento e atendimentos

CRONOGRAMA

Os primeiros atendimentos do Barco Saúde começarão no Distrito de Calama. Logo depois a embarcação sobe para Nazaré e finaliza em São Carlos. Serão sete dias de viagens, entre deslocamento e atendimentos. Veja a relação de datas e locais:

Distrito de Calama – 17 e 18 de junho
Distrito de Nazaré – 19 e 20 de junho
Distrito de São Carlos – 21 e 22 de junho

Reativação do Barco Saúde em 2021

O Barco Saúde foi criado em 2004, mas ficou paralisado por muitos anos. Em 2021, a Prefeitura entregou a embarcação completamente reformada, obra que contemplou novos consultórios, mobiliários, pintura e a troca total do casco, muito danificado devido ao tempo inutilizado.

Ao todo, foram mais de R$ 1,2 milhão de investimentos, sendo R$ 900 mil de recursos próprios da Prefeitura. Nesses três anos de reinauguração, quase 60 mil serviços foram realizados.

Anúncie no JH Notícias