Search
Close this search box.
Publicidade

Cerca de 7 mil profissionais de saúde já foram capacitados pela Semusa em 2023

Os treinamentos abrangem dos motoristas aos técnicos responsáveis pela saúde e bem-estar da população
Publicidade

De janeiro até agosto de 2023, aproximadamente 7 mil profissionais da saúde foram capacitados. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) investe constantemente na qualificação de seus servidores com foco na melhoria dos serviços prestados à população. Os aperfeiçoamentos são realizados por meio da Divisão Gestora de Educação Permanente (DGEP), através dos Núcleos de Educação Permanente (NEP) de cada unidade.

Os aperfeiçoamentos vão desde o motorista, que é encarregado pela segurança, tanto dos servidores como dos pacientes, até os técnicos responsáveis que atuam nos atendimentos de atenção primária, de urgência e emergência, na assistência farmacêutica, imunização, entre outros setores. O objetivo é ampliar o conhecimento e habilidades profissionais e, consequentemente, oferecer serviços dignos e de qualidade para os porto-velhenses.

Publicidade

De acordo com dados da DGEP, em oito meses, a Semusa proporcionou 323 capacitações em 44 categorias profissionais abordando mais de 120 temáticas, entre elas: especialização em atendimentos de urgência e emergência, pós-graduação em vigilância em saúde, prevenção de câncer do colo do útero, saúde e segurança no trabalho, cuidados com a saúde mental, e outras.

Em oito meses, foram 323 capacitações em 44 categorias de profissionais
Em oito meses, foram 323 capacitações em 44 categorias de profissionais

 

Segundo a gerente da DGEP, Angelita Mendes, as qualificações buscam atender as demandas da comunidade e ampliar o conhecimento dos servidores da rede municipal de forma contínua. “A Semusa trabalha constantemente, através dos aperfeiçoamentos dos profissionais, para tornar os serviços de saúde mais acessíveis e de qualidade aos usuários. Qualificar os servidores é uma das prioridades da gestão”.

Para a dentista da Semusa, Iolanda Johnson Moreira, que atua na USF Renato Medeiros, as capacitações são de suma importância para o aprimoramento profissional com foco em atender as necessidades da população com mais eficiência.

“Realizei diversos treinamentos, desde os cuidados primordiais até o atendimento odontológico ao paciente com infecção sexualmente transmissível. Todas foram de grande aproveitamento, tendo em vista que precisamos estar sempre em constante atualização para a melhoria e qualidade dos serviços de saúde”, declara.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias