Search
Close this search box.
Publicidade

CUSTOU CARO – Universitários envolvidos em trote podem ser expulsos de faculdade

A instituição educacional está conduzindo uma investigação interna para apurar os fatos e identificar os responsáveis pelo trote
Publicidade

O Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) de Cacoal (RO) está sob os holofotes após um trote universitário ter deixado quatro calouros do curso de medicina veterinária internados. Os estudantes foram expostos a produtos tóxicos durante a atividade, o que resultou em lesões leves e a necessidade de tratamento médico.

A instituição educacional está conduzindo uma investigação interna para apurar os fatos e identificar os responsáveis pelo trote. Após a conclusão das investigações, punições serão aplicadas de acordo com o regimento interno da universidade. A princípio, a punição para esse tipo de ato é a expulsão, mas o jurídico da instituição analisará o caso.

Publicidade

A Polícia Civil também está investigando o incidente, embora nenhum dos alunos envolvidos tenha registrado boletim de ocorrência até o momento. Informações preliminares indicam que os calouros sofreram lesões leves e foram atendidos no Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (HEURO).

Durante o trote, os estudantes tiveram seus corpos cobertos por substâncias veterinárias e tóxicas, incluindo um produto indicado para tratamento de ‘bicheiras’ em bovinos e creolina (desinfetante de instalações rurais). Os jovens chegaram ao hospital com náuseas e a pele e os olhos tingidos por uma mistura azulada. Três dos quatro alunos tiveram que passar por médico oftalmologista.

Apesar de terem recebido alta no mesmo dia, os calouros estão realizando tratamentos oftalmológicos para evitar complicações.

O caso gerou indignação e preocupação na comunidade acadêmica e local, levantando questões sobre a prática de trotes universitários e a segurança dos estudantes. A Uninassau reforçou seu compromisso com a integridade e bem-estar dos alunos e afirmou que tomará medidas rigorosas para evitar que incidentes como esse se repitam no futuro.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias