Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

“Duelo na Fronteira” estimula a economia e o turismo na região de Guajará-Mirim

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o objetivo é fazer com que o Festival Folclórico de Guajará-Mirim e demais festas folclóricas sejam acessíveis.

A região Madeira-Mamoré está com sua economia aquecida e o turismo em alta por conta do Festival Folclórico de Guajará-Mirim, que começa nesta sexta-feira (13) e se estenderá até domingo (15). É aguardado um grande número de  visitantes na Pérola do Mamoré durante a realização do Duelo na Fronteira. O Governo de Rondônia, em parceria com a Prefeitura Municipal, viabiliza a entrada gratuita para a população no espaço do bumbódromo Márcio Paz Menacho, localizado na região central do município.

Publicidade

ECONOMIA

Em vários segmentos, os comerciantes do município celebram o aumento nas vendas, que começou a ser sentido com o retorno do Festival em Guajará-Mirim. Para trazer melhores resultados e favorecer a retomada econômica do município o Governo de Rondônia tem investido na cultura, turismo, segurança e infraestrutura da cidade.

Publicidade

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o objetivo é fazer com que o Festival Folclórico de Guajará-Mirim e demais festas folclóricas sejam acessíveis. “O papel do Governo de Rondônia é continuar fomentando o apoio à cultura nas suas mais diversas áreas. O Duelo na Fronteira movimenta a cidade, além de ajudar a manter viva as tradições artísticas, contribuindo para desenvolvimento econômico e turístico”, disse.

O duelo dos bois Flor do Campo e Malhadinho já está movimentando a economia do município, inclusive no setor hoteleiro e de alimentação, conforme noticiou a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo – Semcet.  A estimativa é de que sejam injetados mais R$ 1.800.000,00 (Hum milhão e oitocentos mil reais) na economia de Guajará-Mirim, de acordo com a Semcet.

Guajará-Mirim vive o retorno da festa que divide a cidade em azul e vermelho

O responsável pela Semcet, Ricardo Maia, está bastante entusiasmado com o retorno do Festival e a expectativa de um número maior de turistas. “Entre pousadas e hotéis, são 18 estabelecimentos no município, há um mês do festival já estavam quase todos lotados, agora a um passo do evento não há vagas. A expectativa é que cerca de 5 a 7 mil pessoas venham até o município prestigiar o Duelo na Fronteira, movimentando a economia do município. Por isso precisamos incentivar e dá vida ao Festival Folclórico que voltará a trazer alegria e recursos em vários segmentos do município”, enfatizou.

INCENTIVO

O titular da Sejucel, Júnior Lopes, destacou a celebração do retorno do Festival Folclórico e o repasse financeiro para colaborar com a realização do evento por meio do Fundo Estadual de Cultura do Estado de Rondônia, através da associação Waraji. “Este ano estamos repassando o valor para associação que repassará para os artistas e para a confecção das indumentárias, beneficiando o brincante, além da estrutura para a realização do evento”, acrescentou.

Anúncie no JH Notícias