Search
Close this search box.
Publicidade

Formaturas de cursos técnicos fortalecem avanço da educação profissional em Rondônia

O Idep dá continuidade ao cronograma de solenidades de conclusão de cursos, iniciados em 2023, com formaturas em Ji-Paraná, Cerejeiras e São Francisco do Guaporé...
Publicidade

A realização de mais três formaturas de cursos técnicos no interior do Estado, nesta semana, confirma o avanço do ensino profissionalizante em Rondônia. O Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep) dá continuidade ao cronograma de solenidades de conclusão de cursos, iniciados em 2023.

No final do ano passado, aconteceram em Porto Velho, formaturas de cursos técnicos realizados na Capital e dos cursos técnicos voltados a ocupações do Agronegócio, ofertados pelo Centro Técnico Estadual Rural Abaitará (Centec/Abaitará ), unidade executora do Idep, em Pimenta Bueno.

Publicidade

A formatura do Curso Técnico em Recursos Humanos foi realizada em Ji-Paraná, na segunda-feira (19). Nesta quarta-feira, acontece a cerimônia de conclusão do Curso Técnico em Enfermagem, em Cerejeiras.  Na sexta-feira (23), acontece em São Francisco do Guaporé, a formatura do Curso Técnico em Enfermagem.

INVESTIMENTOS 

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, “o crescimento do ensino técnico é resultado dos investimentos que o Governo do Estado vem fazendo, com objetivo de assegurar o fortalecimento e a expansão da educação profissional. A qualificação da mão de obra é fundamental para o progresso econômico e o desenvolvimento social”, ressaltou.

Idep forma novos técnicos em todas as regiões do Estado

O impacto positivo da qualificação profissional no mercado de trabalho foi destacado por oradores da turma do Curso Técnico em Recursos Humanos de Ji-Paraná, durante a cerimônia de formatura. A presidente do Idep, Adir Josefa de Oliveira frisou que, ao portar um diploma dessa modalidade de ensino, o formando passa a ter uma profissão para o resto da vida, o que gera novas oportunidades de emprego.

Depois que aprendeu como elaborar um processo seletivo, no Curso Técnico em Recursos Humanos (RH), a operadora de caixa de uma loja de produtos naturais, Márcia Gonçalves Ferreira, 38 anos, decidiu participar de um processo seletivo para a função de auxiliar de cozinha, em uma entidade que atende comerciários. Após o resultado, e tendo sido classificada, destacou: “fiz para essa função, e vou começar a me preparar para participar de outro processo seletivo na minha área, que agora é RH”, declarou a moradora do Bairro Parque São Pedro, em Ji-Paraná, que já foi auxiliar de limpeza e sonha em trabalhar no setor administrativo.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias