Search
Close this search box.

FAKE NEWS – Hospital das Clínicas e Governo de Rondônia divergem sobre negociação de venda

A nota oficial do hospital, considerada agressiva e desproporcional, gerou surpresa e lamentação entre os envolvidos.
Publicidade

Uma controvérsia surgiu após a divulgação de uma possível negociação entre o Governo de Rondônia e o Hospital das Clínicas. De acordo com informações, o secretário de saúde do estado, Coronel Jefferson Rocha, confirmou que o governo está em tratativas para a compra do hospital, com o intuito de transformá-lo em um centro de traumatologia para atender o crescente número de acidentes de trânsito na região.

O secretário Jefferson Rocha explicou que o governo tem a necessidade urgente de um hospital especializado em traumatologia, devido à alta incidência de acidentes de trânsito diários, que variam de 20 a 30 ocorrências. Rocha mencionou que a negociação está em andamento não apenas com o Hospital das Clínicas, mas também com outras instituições. Ele indicou que o valor estimado para o negócio gira em torno de 50 milhões de reais, embora ainda exista um longo caminho a ser percorrido nas negociações.

Publicidade

R$ 50 MILHÕES – Governo de RO negocia compra do Hospital das Clínicas em Porto Velho

No entanto, um dia após a publicação da notícia, Roberto Pintan, um dos diretores do Hospital das Clínicas, emitiu uma nota oficial desmentindo as declarações do secretário. Pintan acusou o secretário de disseminar informações falsas, classificando-as como “Fake News”. A reação do hospital foi contundente e acusou diretamente o secretário de inventar a história.

A informação sobre a negociação foi confirmada por pelo menos três fontes diferentes, incluindo pessoas próximas ao hospital e um corretor de imóveis envolvido nas tratativas. É de conhecimento público que o Hospital das Clínicas está à venda há pelo menos seis meses, o que corrobora a veracidade das negociações mencionadas pelo secretário.

A nota oficial do hospital, considerada agressiva e desproporcional, gerou surpresa e lamentação entre os envolvidos.

A divergência entre o Hospital das Clínicas e o governo de Rondônia sobre a negociação em curso evidencia a complexidade e sensibilidade das tratativas. Enquanto o secretário de saúde busca resolver uma necessidade urgente de atendimento médico especializado, a direção do hospital se posiciona de forma contrária, gerando um impasse que necessita de esclarecimento e entendimento mútuo.

A continuidade das negociações e a busca por uma solução amistosa entre as partes serão cruciais para atender às necessidades de saúde da população e evitar futuros conflitos.

Anúncie no JH Notícias