III Reunião do Conselho Estadual de Turismo, coordenado pela Setur, define ações para 2020

Rondônia - quinta-feira, 20/02/2020 às 15h31min
III Reunião do Conselho Estadual de Turismo, coordenado pela Setur, define ações para 2020

Na III Reunião do Conselho Estadual de Turismo (Cedtur), que aconteceu na manhã de quinta-feira (20) no salão nobre Rosilda Shockness, edifício Pacaás Novos, Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, a Superintendência Estadual de Turismo (Setur) apresentou as ações e planejamentos previstos para 2020.

Gilvan Pereira, superintendente de Turismo, explicou os 10 eixos do desenvolvimento do turismo, como que devem alavancar o setor ainda mais, dando continuidade ao trabalho já iniciado em 2019. “Se nós conseguirmos cumprir todas as metas de cada eixo, teremos um turismo fortalecido em nosso Estado”.

O 1º eixo é “Governança”: com o chamamento de todos os entes envolvidos, o que já vem sendo feito desde o início desta gestão. A criação do Cedtur – em agosto do ano passado, a promoção de encontros estaduais, de interlocutores e empresários, o programa de regionalização, a realização de audiências públicas nas câmaras municipais, a criação de planos estaduais e municipais e a inclusão no Programa de Modernização e Governanças de Fazendas Municipais e Desenvolvimento Econômico-Sustentável dos Municípios de Rondônia (Profaz) fazem parte deste eixo.

No 2º eixo a “Capacitação” é o tema: somente no ano passado o Governo do Estado investiu R$ 800 mil na formação de mais de mil pessoas através do Idep/Senac. O Instituto Federal de Rondônia (Ifro), que já tem polos em todos os municípios também entrará com a parceria para a capacitação de profissionais para trabalharem na área e melhor atenderem aos turistas, sejam eles rondonienses ou de outros estados. O Ministério do Turismo oferece cursos online para o mesmo fim e a equipe da Setur atende aos interessados com orientações e direcionamentos, além do Profaz também contar com investimentos para o eixo.

O eixo 3º, “Empreendedorismo e Atração de Investimentos”, prevê o incentivo a novos negócios no setor, através de programas como o Investe Turismo, o Profaz e o Sebrae. No 4º eixo a “Infraestrutura” é prioridade, com placas de sinalização turísticas (que já conta com empresa licitada e mais de 600 placas a serem instaladas em Rondônia), a internacionalização do aeroporto da capital, melhorias nas estradas contando com a parceria do DER, e o aumento da malha aérea estadual.

Para o 5º eixo o planejamento prevê a “Criação de Fluxo e Demandas”, desenvolvimento os projetos Viaja Mais Servidor (que já está movimento a rede hoteleira do Estado), o Cartão Turismo (que pretende fechar com banco que ofereça as menores taxas de financiamento para custeio de viagens dentro do Estado para servidores), e concursos que promovam o interesse e conhecimento sobre o turismo rondoniense.

Já desde o ano passado, e com previsão de envolver ainda mais os estudantes da rede estadual, o 6º eixo, “Educativo”, quer promover outros projetos como o Redação Turismo, o Turismo Educativo e Universitário, e a distribuição de cartilhas e livretos “Rondônia Tem Tudo” nas escolas e hotéis.

No 7º eixo há articulações para a realização do Rally da Amazônia (para ser o primeiro de referência na região Norte), a continuidade do Natal Luz, a promoção do Campeonato de pesca, o Salão de Turismo, o Festival de Praia, atrair ainda mais turistas para o Rondônia Rural Show, para o Carnaval e para o espetáculo Jerusalém da Amazônia.

O 8º eixo de “Promoção” inclui o programa Viaja Mais Servidor, com trabalho de abrangente divulgação nas redes sociais, jornalismo, material gráfico, feiras regionais e nacionais. O 9º eixo prevê o “Fortalecimento dos Produtos”, como o Memorial Rondon, a Pesca Esportiva, o Ecoturismo, Unidades de Conservação, o Turismo Rural e o de Aventura.

E o 10º e o último eixo, de “Cadastro e Estatística”, dá continuidade ao incentivo de participação das empresas junto ao Cadastur, formando a relação das empresas ativas e o levantamento de indicadores.

O evento contou com palestras sobre todas as atividades a serem trabalhadas durante o ano, com profissionais representando os entes membros do Conselho.

Por Secom


Seja o primeiro a colaborar

Deixe seu comentário!

Informe seu nome
Informe seu email