Search
Close this search box.

“OLÁ, BONITÃO” – Deputado e vereador relatam caso de assédio nas redes sociais

O vereador relatou assédio de pastores evangélicos
Publicidade

Pessoa pública, um mandatário de cargo eletivo inevitavelmente acaba tendo a sua vida pessoal invadida por conta do ofício que exerce, e muitas vezes são alvos de constrangimento nas redes sociais.

Dois exemplos foram as postagens do deputado rondoniense Rodrigo Camargo (REPU) e do vereador de Porto Velho, Márcio Oliveira (MDB), nesta última quarta-feira (22) nas redes sociais, em que denunciaram assédio de cunho sexual através de aplicativo de mensagem.

Publicidade

Márcio Oliveira relatou que recebe mensagens indecorosas de lideranças religiosas da capital, homens casados que aparentemente são pais de família que exercem posições de prestigio em suas congregações.

“Seria lindo expor o tanto de pastor e obreiro casado que vai no meu perfil nas mensagens privadas chamando de gostoso, daí você entra no perfil da pessoa tá ajoelhada, tá pregando, tá com a mulher que Deus prometeu”, disse o vereador Márcio Oliveira.

Já o deputado Delegado Camargo, expos uma mensagem de uma mulher, que acordo com ele não estaria respeitando a sua condição de casado. Na mensagem, a mulher cumprimenta o deputado dizendo: “Olá Bonitão”, Camargo rebate afirmando: “Minha esposa também acha”.

O Delegado Camargo então publicou uma ameaça à assediadora: “Da próxima vez irei expor o nome e o perfil”.

Assédio nas redes sociais é tipificado como crime no Código Penal Brasileiro.

Anúncie no JH Notícias