Quarta-Feira, 11 de Dezembro de 2019

Notícias de Rondônia

PERIGO – Porto Velho é a 8º capital do país em casos de Hepatite

As hepatites B e C são silenciosas e perigosas, pois podem se tornar crônicas.

Postado em 26/07/2018 às 16h57min


PERIGO – Porto Velho é a 8º capital do país em casos de Hepatite

Considerada uma doença viral e altamente contagiosa, a Hepatite é um problema que vem sendo combatido pelas autoridades de saúde no Brasil. Um levantamento feito pelo Ministério da Saúde trouxe um alerta para os munícipes da cidade de Porto Velho, capital de Rondônia, a cidade apresenta números superiores à estimativa considerada normal na relação entre portadores da doença há cada 100 mil habitantes.

Para o ano de 2017, o Ministério da Saúde apresentou como média nacional a incidência de 11,9 casos para cada 100 mil habitante, porém, em Porto Velho o índice registrado foi de 16 casos para cada 100 mil, fato que chama atenção. Entre as outras capitais brasileiras à frente apenas Porto Alegre (90,7), São Paulo (36,1), Florianópolis (33,7), Rio Branco (27,8), Curitiba (23,6), Vitória (21,4).

Com a campanha do “Julho Amarelo”, esse mês contou com diversas ações em combate à Hepatite, inclusive um plano de extinção da doença no país, mas, por enquanto é bom tomar as medidas possíveis para se precaver.

Definição

As hepatites virais são inflamações no fígado causadas por 5 vírus classificados por letras do alfabeto: A, B, C, D e E. Elas podem não ter sintomas e cursarem tardiamente com cirrose, câncer no fígado e morte.

As hepatites B e C são silenciosas e perigosas, pois podem se tornar crônicas. O diagnóstico é feito por testes rápidos. Existe uma atenção especial sem relação às pessoas que fizeram transfusão de sangue antes de 1993, nesta época as bolsas não eram testadas para hepatite C.