Search
Close this search box.
Publicidade
EcoRondônia

Porto Velho lança edital de licitação para serviços de coleta de lixo com duração de 20 anos

Projeto inclui coleta seletiva, políticas de educação ambiental e aproveitamento de material reciclável. Município não possui um aterro sanitário para a destinação correta dos resíduos sólidos domiciliares.
Publicidade

A prefeitura de Porto Velho divulgou edital de licitação para definir uma empresa, através de Parceria Público-Privada (PPP), que vai assumir a concessão da coleta, transporte, reciclagem e disposição final de resíduos sólidos no município.

O edital foi lançado após o Tribunal de Contas do Estado (TCE) pedir esclarecimentos a respeito do valor investido. A previsão é que a licitação ocorra no dia 22 de maio e compreende a um período de 20 anos, equivalente ao prazo de duração estimado do aterro sanitário.

Publicidade

O investimento da concessão é estimado em cerca de R$ 2 bilhões e o projeto inclui coleta seletiva, políticas de educação ambiental, aproveitamento de material reciclável e abrange a sede do município e os distritos.

A licitação tem como critério de julgamento a melhor técnica e o menor valor da contraprestação pública.

Ranking negativo

Com mais de 100 anos, Porto Velho ainda não possui um aterro sanitário para a destinação correta dos resíduos sólidos domiciliares. Atualmente, a cidade tem mais de 500 mil habitantes e é apontada há 10 anos consecutivos como uma das piores cidades do Brasil em saneamento básico.

Segundo o Trata Brasil, Porto Velho tem:

  • o menor percentual de atendimento urbano de água: 28,57%;
  • conta com 0% do esgoto tratado.
  • e obteve 84,01% de perdas na distribuição de água no último ano.
Anúncie no JH Notícias