Search
Close this search box.

Projetos de educação ambiental contribuem para a formação de mais de 6.500 crianças e adolescentes em Porto Velho

Alunos da rede municipal e estadual de ensino foram impactados com as ações realizadas pela Sema
Publicidade

A construção de um futuro sustentável e consciente e o incentivo de atitudes voltadas para a preservação ecológica são fomentados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) através de projetos direcionados para crianças e adolescentes em Porto Velho. Apenas no ano passado, mais de 6.500 alunos da rede municipal e estadual de ensino foram impactados com as ações realizadas pela pasta.

Os programas desenvolvidos pela Sema e liderados pelo Departamento de Políticas Ambientais são atrelados a atividades que incentivam e despertam a formação de caráter, em que crianças e adolescentes atuam como agentes multiplicadores, conhecendo a importância da preservação do meio ambiente por meio de palestras, cartilhas com orientações, rodas de conversa e atividades lúdicas, como jogos e gincanas.

Publicidade

MÃOS QUE PROTEGEM

O principal em execução é o “Mãos Que Protegem”, voltado aos alunos do ensino fundamental da rede municipal. A diretora do Departamento de Políticas Ambientais, Joana Oliveira, explica que o projeto nasceu em 2021 e atualmente trabalha especialmente com estudantes até o sexto ano, idade inicial em que a formação dos estudantes está sendo moldada.

O projeto também conta com um tradicional concurso de desenhoO projeto também conta com um tradicional concurso de desenho

“Às segundas, vamos às escolas e fazemos a roda de conversa e dinâmica de quiz, e é onde temos o nosso primeiro contato com aqueles alunos. Já na quarta-feira, esses alunos vão para a atividade externa, que é realizada em alguns dos parques de Porto Velho. Com as atividades externas, geralmente fazemos oficinas; não é apenas o passeio liberado no parque. Fazemos oficinas de plantio, como fazer a compostagem, como fazer uma horta caseira, tudo de acordo com a dinâmica infantil e o vocabulário de criança”, explica.

Ao longo do ano, quatro blocos de assuntos são abordados e ensinados: água, meio ambiente, queimadas e reflorestamento. Para auxiliar os servidores da Sema, uma parceria foi firmada com a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric), e uma engenheira agrônoma auxilia a equipe e ensina os alunos as técnicas do preparo do solo e do planejamento agrícola.

O projeto também conta com um tradicional concurso de desenho, que movimenta os alunos do 5º ano do ensino fundamental na capital e nos distritos. Ano passado, cerca de 1.600 alunos participaram, e houve premiações com tablets aos três primeiros colocados e jogos educativos para o restante dos classificados. Este ano, o concurso será em setembro, e o tema é “alterações climáticas”.

 O programa foi lançado no ano passadoO programa foi lançado no ano passado

GUARDIÕES DO MEIO AMBIENTE

Para alcançar o público adolescente, a Sema criou o projeto “Guardiões do Meio Ambiente”, que atende estudantes da rede estadual de ensino médio. O programa foi lançado no ano passado, e dez escolas são acompanhadas durante o ano com ações que envolvem palestras, jogos, campeonatos e dinâmicas que incentivam a competição entre os alunos. Para auxiliar nas dinâmicas oferecidas aos alunos, há a participação de um fiscal de meio ambiente, que explica como as punições e o não pagamento das multas podem interferir na vida deles.

“A principal diferença entre o ‘Mãos que Protegem’ e o ‘Guardiões do Meio Ambiente’ é, primeiro, o público-alvo. A dinâmica e a linguagem do adolescente são completamente diferentes da linguagem da criança, porque a gente já fala muito mais de punição, e às vezes o adolescente não leva a sério um papel jogado, uma queimada na rua, e nós temos uma didática que é voltada para o mercado de trabalho”, acrescentou Joana.

Além disso, a Sema também leva os estudantes para realizarem visitas a empresas, e promove palestras de órgãos da justiça, como o Ministério Público e a Defensoria Pública, convidados para oferecer aos alunos assistência em áreas da cidadania.

Anúncie no JH Notícias