Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2020

Notícias de Rondônia

Secretária da Seas recomenda paciência no trânsito ao participar de entrega de brinquedos no Hospital de Base em Porto Velho

Postado em 13/12/2019 às 15h45min


Secretária da Seas recomenda paciência no trânsito ao participar de entrega de brinquedos no Hospital de Base em Porto Velho

Prudência e paciência no trânsito. Foi o que recomendou a secretária de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social e primeira-dama Luana Rocha, ao representar o governador Coronel Marcos Rocha na solenidade de abertura do projeto de intervenção Natal Solidário do Hospital de Base Ary Pinheiro (HB), em Porto Velho, nesta sexta-feira (13).

O projeto idealizado pela Gerência de Enfermagem e o Núcleo de Educação Permanente do HB, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RO), a Liga Acadêmica de Clínica Cirúrgica (Lacro) e outros voluntários, tem por objetivo aproximar os servidores do Sistema Único de Saúde (SUS), usuários internados que sofreram acidentes de trânsito e a sociedade em geral, promovendo momentos de descontração com vistas ao bem-estar do paciente. Como resultado da iniciativa, brinquedos foram arrecadados para serem doados às crianças acidentadas, além de filhos e netos das vítimas de acidentes.

“Recomendo a todos prudência. Não precisa de pressa, pois o importante é chegar ao destino desejado”, disse Luana emocionada ao recordar os pais e uma irmã falecidos em decorrência de acidente.

Entre as crianças contempladas com brinquedos estavam Isabela Batista, cuja mãe Jéssica Batista está internada após sofrer um acidente de moto há 16 dias. Ambas também participaram da gravação de um vídeo com o alerta para o trânsito seguro.

Além da distribuição de brinquedos, o evento contou com várias atrações coordenadas pela Diretoria de Educação de Trânsito do Detran. O projeto também prevê para o mês de dezembro sessões de cinema para pacientes e acompanhantes, corte de cabelo e musicoterapia.

Para a diretora adjunta do HB, Raquel Gil, o projeto de intervenção enfatiza a política nacional de humanização, com foco no cuidado médico e familiar para a recuperação mais rápida e eficiente.

Ao falar sobre a importância do projeto, o secretário estadual de Saúde, Fernando Máximo, citou os avanços registrados neste ano, a exemplo da fila para ressonância que foi zerada e a assinatura, pelo governador Marcos Rocha, da ordem de serviço para construção do novo hospital João Paulo II.

Por Secom