Search
Close this search box.
Publicidade

Torcedores invadem motel e agridem meia do Corinthians

Agressão aconteceu durante a madrugada, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Clube acionou a polícia e colocou o departamento jurídico à disposição
Publicidade

Durante a madrugada desta terça-feira, o meia Luan, do Corinthians, foi vítima de agressão por torcedores do clube em um motel na zona oeste de São Paulo. Os agressores, identificados como torcedores do Timão, conseguiram localizar o jogador no local.

Relatos indicam que Luan foi agredido na região das costelas, porém, apesar das agressões, encontra-se bem. O jogador estava acompanhado de aproximadamente cinco amigos e quatro mulheres.

Publicidade
Luan foi agredido por torcedores do Corinthians em motel de SP na madrugada — Foto: Felipe Szpak / Ag.Corinthians
Luan foi agredido por torcedores do Corinthians em motel de SP na madrugada — Foto: Felipe Szpak / Ag.Corinthians

O delegado Cesar Saad, da Delegacia de Repressão aos Delitos Esporte, informou que o presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, entrou em contato com ele.

“Fui procurado pelo presidente Duilio e estou investigando o caso. O Corinthians não conseguiu falar com o jogador nem com seu representante, mas já acionou o departamento jurídico para tratar desse assunto”, afirmou Saad.

O motel Caribe, onde ocorreu o incidente, informou que não pode fornecer informações sobre o ocorrido.

Essa agressão ocorre em um momento em que Luan enfrenta uma fase difícil em sua passagem pelo Corinthians desde 2020. O meia tem buscado oportunidades nesta temporada, agora sob o comando de Vanderlei Luxemburgo. No entanto, no último domingo, o técnico declarou que não utiliza o jogador devido à resistência da torcida.

Luan possui contrato com o Corinthians até o final desta temporada, mas não entrou em campo desde fevereiro do ano passado. Ao todo, ele disputou 80 jogos pelo Timão, marcando 11 gols e fornecendo cinco assistências.

Contratado em 2020 por R$ 28,9 milhões, de acordo com o balanço financeiro de 2022, o Corinthians encerrou o ano com uma dívida de R$ 4,5 milhões referentes aos direitos de imagem do jogador.

Combate Clean Anúncie no JH Notícias