Search
Close this search box.

Homem sofre infarto e morre ao saber que não enfrentará pena de morte

Acusado de assassinato estava preso há quase 20 anos
Publicidade

Um homem de 55 anos, identificado como Akbar, sofreu um infarto e morreu logo depois de ser informado de que não enfrentaria mais a pena de morte no Irã. De acordo com o jornal britânico The Mirror, o homem havia sido condenado por um assassinato cometido há quase 20 anos.

Diante do novo destino, e com a promessa de que seria liberado da prisão, Abkar pulou de felicidade; na sequência, teve uma parada cardíaca e foi encaminhado a um centro médico.

Publicidade

Imagem colorida com uma cela ao fundo

No local, médicos tentaram reanimá-lo, mas o preso acabou falecendo.

O crime

Conforme o jornal iraniano Hamshahri, o homem foi detido há 18 anos acusado de ter matado uma pessoa. Na ocasião, ele tinha um cúmplice, que foi executado pouco tempo depois e, portanto, não foi preso.

Com 37 anos na época do crime, Abkar foi condenado e sofreu de diversas doenças dentro da prisão. Um conselho de resolução de disputas no Irã convenceu a família da vítima a perdoá-lo, portanto o criminoso não enfrentaria mais a pena de morte.

Anúncie no JH Notícias